Inovação

Você conseguiria viver com apenas U$ 1,50 pra se alimentar por dia?

por: Jaque_Barbosa

Mais de um bilhão de pessoas vivem abaixo do limiar da pobreza, segundo dados do Banco Mundial. E isso significa que, muitas vezes, essas pessoas não têm mais do que US$1,50 para gastar nas suas refeições diárias. Live Below the Line nos desafia a tentar fazer o mesmo, num alerta pra toda a população mundial.

Vivendo Abaixo da Linha, em português, vai garantir fundos para a organização sem fins lucrativos Global Poverty Project. Para isso, o desafio foi lançado em simultâneo na Austrália, Estados Unidos e Reino Unido – o ano passado foram conseguidos 3 milhões de dólares.

A ideia surgiu em 2009 com o objetivo de fazer com que as pessoas não esqueçam o problema (e passando por isso, ainda que apenas durante uma semana, é provável que não esqueçam mesmo). Viver e comer com tão pouco durante 5 dias, por si só, não vai fazer de você melhor pessoa ou ajudar aqueles que o fazem todos os dias. Mas esse alerta e essa conscientização pode se traduzir em ação de várias formas, e aí você estará contribuindo para um mundo melhor.

Em 2012, foi assim:

LiveBelowtheLine1

Uma das famílias que respondeu ao desafio explica: “nós sentamos e conversamos sobre a semana. Como fazer a comida render mais, como torná-la mais nutritiva  sem verduras e fibras. Tivemos que usar lentilhas, feijão, macarrão, tomate enlatado, diluir o leite para fazê-lo render. Não tivemos nada para o café. Sem açúcar, sem sucos. Fizemos a nossa própria massa, que era farinha, ovos e manteiga.”

LiveBelowtheLine2

LiveBelowtheLine3

LiveBelowtheLine4

LiveBelowtheLine5

LiveBelowtheLine6

LiveBelowtheLine7

LiveBelowtheLine8

LiveBelowtheLine9

LiveBelowtheLine10

Siga ainda a fanpage do projeto e acompanhe todas as iniciativas.

parceria-catraca (2)

Publicidade


Jaque_Barbosa
Poeira Estelar.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Novos quiosques da Uber permitem chamar carro sem usar smartphone