Inovação

Jovem autista de 14 anos faz mestrado em física quântica

por: Vicente Carvalho

Nos últimos meses temos ouvido falar mais sobre autismo aqui no Brasil. Isso é um bom sinal e ótimo para ajudar a esclarecer as muitas dúvidas que pais enfrentam sobre os sintomas do autismo no filho, pois eles são diversos e em vários níveis, e quanto mais demorar o tratamento e acompanhamento, mais difícil será todo o aprendizado.

Conheça Jacob Barnett, que até aos 4 anos quase não falava, o que levou sua mãe Kristine Barnett a ter muitas dúvidas sobre a melhor forma de educá-lo. Foi com terapia e acompanhamento específico que ele começou a falar e desenvolver suas habilidades (e que habilidades!). Elas contrariaram os especialistas que, quando o diagnosticaram com autismo (Síndrome de Asperger, uma variação do autismo) aos 2 anos disseram que ele não conseguiria ler ou sequer amarrar os sapatos.

Jacob começou a desenvolver teorias sobre astrofísica aos 9 anos, com 11 ele entrou na universidade, onde faz pesquisas avançadas em física quântica.

Hoje, com 14 anos, o adolescente estuda para obter seu mestrado em física quântica, e seus trabalhos em astrofísica foram vistos por um acadêmico da Universidade de Princeton como potenciais ganhadores de futuros prêmios Nobel. A história de Jacob é narrada no livro The Spark (A Faísca, em tradução livre), escrito pela mãe, para relatar todo o aprendizado constante que é lidar com um filho que, segundo especialistas, possui um Q.I 189, maior que o de Einstein. Nada mal para quem não iria conseguir nem amarrar os sapatos sozinho.

jacob_genio

jacob_genio2

jacob_genio3

jacob_genio4

jacob_genio5

jacob_genio6

jacob_genio7

jacob_genio8

jacob_genio9

jacob_genio10

jacob_genio11

jacob_genio12

jacob_genio13

Abaixo, um vídeo (em inglês) do jovem falando sobre seus feitos no TEDxTeen:

Post por Razões para Acreditar.

Publicidade


Vicente Carvalho
Em busca da terra do nunca.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Cãolorado, a cerveja (sem álcool, claro) criada pela Colorado só para cachorros