Inovação

Homem cria bola de futebol indestrutível e muda vida de milhares de crianças

por: Jaque_Barbosa

Como uma ideia tão simples pode mudar a vida de tantas pessoas? Tim Jahnigen viu um documentário transformador em 2006 sobre crianças no Darfur (região do Sudão) e, sabendo que não resolveria o problema da guerra ou da pobreza, tentou resolver um outro: fazer com que as crianças pudessem, por um momento, ser apenas crianças.

O empresário norte-americano ficou impressionado com o fato de elas, rodeadas de problemas, ainda terem força pra brincar e sorrir. E, para muitas delas, uma bola era suficiente. Acontece que a maioria utilizava qualquer coisa (garrafas PET, latinhas, tampas, laranjas ou até pedras) e a outra parte recorria a bolas doadas que, por causa das condições em que vivem as crianças, não duravam muito tempo.

Então nasceu o One World Futbol, em busca de um material que não se deteriorasse, furasse ou murchasse, independente do piso. O PopFoam foi o eleito – você talvez já tenha ouvido falar, por ser o mesmo material usado pra fazer os famosos Crocs. O problema era o custo de produção das bolas com PopFoam, que era muito caro.

OneWorldFutbol1

A solução veio com a ajuda do cantor Sting, que se propôs a ajudar e a lançar uma campanha de marketing. Através do site com o nome do projeto, eles começaram vendendo estas bolas, que aguentam o peso de um carro, não rasgam, não murcham e podem durar até 30 anos, a 39 dólares. E o mais legal é que, por cada bola vendida, uma outra é doada. Você pode ainda optar por simplesmente doar a bola indestrutível, pagando pra isso 25 dólares e escolhendo para onde vai a oferta.

Hoje o difícil é suportar tanta procura – o projeto já correu mais de 160 países e 500 mil crianças. Assista ao vídeo de apresentação abaixo.

OneWorldFutbol2

OneWorldFutbol3

OneWorldFutbol6

OneWorldFutbol5

OneWorldFutbol4

Publicidade


Jaque_Barbosa
Poeira Estelar.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Museu ‘drive-in’ permite contemplar obras de Van Gogh sem sair do carro