Estilo

Veja as melhores fotos da vida selvagem em 2013

Jaque_Barbosa - 07/11/2013 às 11:23 | Atualizada em 28/02/2014 às 06:32

Quem acompanha o Hypeness sabe que natureza e fotografia são duas das coisas que mais apreciamos por aqui. E se forem juntas melhor ainda. Por isso, não podíamos deixar de mostrar o que de melhor se fez em 2013 em relação a fotografia de vida selvagem. Dentre mais de 43 mil participações, mostramos 18 verdadeiramente imperdíveis.

Fotógrafos de 96 países tentaram sua sorte, com fotos dos mais variados lugares do planeta, na prestigiada competição Wildlife Photographer of the Year, que todos os anos é organizada pelo britânico Museu de História Natural e pela BBC Worldwide. Esta foi a 49ª edição do prêmio.

O júri cria primeiro uma shortlist com as 100 melhores fotos, que são separadas em dois grupos conforme a idade – fotografia jovem e adulta – e depois em categorias: Retratos de Animais, Mundo Subaquático e Visões Criativas. De todas elas, saem fotos únicas como essas que apresentamos abaixo:

Fotógrafo de Vida Selvagem do Ano – Grande Vencedor

WildlifePhotos1

Essence of Elephants (A Essência dos Elefantes)

O fotógrafo tem vindo a clicar elefantes desde que pegou em uma câmera pela primeira vez e seu objetivo era “criar uma imagem que capturasse a energia especial” destes animais. Aqui, num retrato que mais parece uma pintura, ele finalmente conseguiu. Tirada a partir do chão em uma poça de água na Reserva de Tuli Game, no norte do Botswana, Greg du Toit retratou “os gentis gigantes de uma forma quase fantasmagórica”.

Jovem Fotógrafo de Vida Selvagem do Ano – Grande Vencedor

WildlifePhotos2

Mother’s Little Headful

O fotógrafo indiano captou esta encantadora cena no seu país natal, perto das margens do Rio Chambal. Por lá encontrou dois grupos de gaviais, espécie de crocodilos daquela região, cada um com mais de 100 filhotes. Foi quando tentava o melhor clique, que uma fêmea apareceu, pra olhar pelos bebês. Alguns deles, imediatamente nadaram até ela e se jogaram em sua cabeça, talvez se sentindo mais seguros assim.

15-17 Anos – Vencedor

WildlifePhotos3

Last Light (Última Luz)

Mateusz tinha esse sonho de fotografar uma coruja de orelhas compridas. E foi com vários golpes de sorte que conseguiu: esta coruja estava cochilando quando ele se aproximou. Tentando captar o animal, ele percebeu que o ângulo não era bom, visto que ela estava muito alta, fora do alcance e do enquadramento que Mateusz queria. Mais um golpe de sorte: havia um banco por ali. Mas a luz não era suficiente pra captar a coruja em todo o seu esplendor. Último rasgo de fortuna? Passados alguns minutos, as nuvens se afastaram pra liberar os últimos raios de sol. Assim, o polonês conseguiu o retrato que desejava, com a última luz do dia a incidir sobre a plumagem macia da coruja.

15-17 Anos – Menção Honrosa

WildlifePhotos4

Harvest Gold (Colheita de Ouro)

Apesar de jovem, Etienne revela já um grande talento pra fotografia. Nesta, perto de sua aldeia, Cousset, na Suíça, o autor andava procurando algo pra fotografar até que deu por uma bolinha de pelo presa a uma espiga de trigo. “Era um rato de colheita mordiscando o grão”, diz Etienne, que considera este o seu retrato preferido. “O encontro foi breve, mas extraordinário”.Tarde da noite de julho, caminhando lentamente ao longo da borda de um campo de trigo perto de sua aldeia – Cousset, na Suíça – a procura de temas para fotografar, Etienne notou “uma bolinha” preso a uma espiga de trigo. “Para minha surpresa”, diz Etienne, “que era um rato de colheita, mordiscando o grão. Etienne se aproximou até que ele estava a poucos metros de distância e conseguiu fotografar o pequeno rato em vários ângulos antes de ser afundado para baixo a haste do trigo. “A reunião foi breve, mas extraordinária”, acrescenta. “Este foi o meu favorito de todos os retratos ‘, mostrando que comer, sua cauda preênsil ajudando-o a se equilibrar.

15-17 Anos – Runner-up

WildlifePhotos5

Freeze Frame (Quadro Congelado)

Este animal, um arminho, estava atravessando um campo coberto de neve, perto da casa do jovem fotógrafo Etienne (o mesmo da foto anterior), na Suíça. O menino viu o bicho pulando e se deitou na neve esperando que ele voltasse. Como o arminho não se mostrava preocupado com a presença do ser humano (provavelmente estaria tentando caçar), a foto saiu perfeita.

Retratos de Animais – Runner-up

WildlifePhotos6

Showdown

Dezenas de abutres lutavam em volta de uma carcaça, tentando pegar seu pedaço de carne, no Kgalagadi Transfrontier Park, na África do Sul. O fotógrafo ficou surpreendido com a violência e agressividade deste animal e o retrato acima é um bom espelho da personalidade do abutre. Este em particular, tinha dado uns passos atrás, mas é notório que está disposto a voltar e entrar na briga.

Comportamento: Mamíferos – Runner-up

WildlifePhotos7

Bad Boys

O fotógrafo americano queria captar os macacos de Sulawesi, na Indonésia, pra alertar para o perigo de extinção. Tentando o momento chave pra clicar um macho grande e imponente, ele acabou se cruzando com essa cena acima, em que quatro jovens macacos brincam e bagunçam. O momento durou pouco tempo, o suficiente para o clique, e foi interrompido pelo macho que desintegrou o grupo, mantendo-se firme.

Animais em seu habitat natural – Vencedor

WildlifePhotos8

The Water Bear (O Urso de Água)

O fato de vermos a maioria dos ursos polares em terra ou por cima de gelo não diz tanto sobre seu comportamento, mas mais sobre a dificuldade do ser humano fotografá-lo em seu habitat natural. Na verdade, eles são capazes de nadar por várias horas e passam muito do seu tempo caçando focas no mar gelado. Na baía de Hudson, no Canadá, este fotógrafo espiou por três dias e finalmente encontrou um jovem urso polar do sexo feminino. O momento foi bem especial, descreve o autor, que podia escutar a respiração do animal, que por sua vez o olhava, cada vez mais curioso.

Mundo Subaquático – Runner-up

WildlifePhotos9

Lionfish Bait (Ração para peixe-leão)

Um predador do mar pronto a atacar suas presas. Uma cena tensa, em que foi um desafio não criar demasiado ruído visual com as escamas prateadas do peixe-leão.

Prêmio Eric Hosking Portfólio – – Runner-up

WildlifePhotos10

The Flight Path (A Linha de Vôo)

Do mesmo autor da foto abaixo, um canadense acostumado a viver ao ar livre. Tirada em Burnaby, British Columbia, no Canadá, a foto foi conseguida depois de Connor seguir por vários dias o caminho de vôo desta fêmea de coruja, até conseguir o clique perfeito.

Prêmio Eric Hosking Portfólio – Vencedor

WildlifePhotos11

Camouflage (Camuflagem)

Consegue encontrar o pássaro na imagem? Pois bem, é um ptármiga, ou perdiz-nival, e habita zonas frias e montanhosas. Era isso que o fotógrafo queria captar em sua incursão pelo Parque Nacional de Jasper, em Alberta, Canadá,mas acabou sendo apenas um bônus escondido em um bonito retrato de neve. Ele passou horas com os ossos gelando até clicar esta cena.

Prêmio Eric Hosking Portfólio – Vencedor

WildlifePhotos12

Hot-Spring Magic

Captada no Parque Nacional de Yellowstone, Estados Unidos, a foto mostra um cenário surreal, numa manhã fria, em que um vapor espesso envolvia as árvores mortas em redor. A imagem foi clicada em longa exposição, o que lhe conferiu essa mística que pode ver acima.

Wildscapes – Vencedor

WildlifePhotos13

The Cauldron (O Caldeirão)

Tirada de um helicóptero, a foto aproveitou os momentos em que os ventos sopravam forte e afastavam as nuvens, permitindo ver uma fonte de lava jorrando pra fora da cratera. Uma explosão pouco depois, que fez tremer o chão e lançou bombas de lava no ar, originando uma forte chuva de cinzas e fumaça, impediu o lugar de ser fotografado. Sergey esteve no momento certo e diz que, apesar de já ter visto coisas extraordinárias, esta erupção, no complexo vulcânico de Tolbachik, na Rússia, o impressionou.

Wildscapes – Runner-up

WildlifePhotos14

Ice Aurora

O plano era fotografar as luzes sobre os icebergs em Jökulsárlón, na Islândia. Mas quando a fotógrafa chegou, o céu estava cheio de nuvens. “Não esperava nada de extraordinário”, diz Ellen. Então, quando as nuvens de repente se separaram, revelando uma aurora boreal de tirar o fôlego, ela agarrou seu equipamento e correu, tropeçando no escuro, até à beira da água. “Eu tive sorte”, diz ela. Mas tem também muito talento, dizemos nós.

Wildscapes – Runner-up

WildlifePhotos15

The Greeting (O Cumprimento)

Estes são os restos de árvores semi-submersas no lago Kariba, o maior lago (em volume) artificial do mundo. Fica entre o Zimbabué e a Zâmbia e tem em volta um cenário meio fantasmagórico.

Visões Criativas – Vencedor

WildlifePhotos16

Snow Moment (Momento de Neve)

Em Jigokudani, na região central do Japão, o fotógrafo se deixou fascinar pelos efeitos surreais da queda de neve sobre os famosos macacos japoneses.

Visões Criativas – Runner-up

WildlifePhotos17

Fish-eye View (Vista pelo olho-de-peixe)

No dia em que clicou esta foto, Theo estava experimentando sua lente olho-de-peixe em uma cachoeira perto de sua cidade natal,  na Holanda. O resultado é o que se vê acima.

Natureza a preto e branco – Menção Honrosa

WildlifePhotos18

Giant with Sunbeams (Gigante com raios de sol)

Captada no mar do Caribe, ao largo da Península de Yucatán, no México, enquanto o fotógrafo nadava por entre um grupo de tubarões-baleia.

*lista originalmente criada pelo site My Modern Met

Publicidade


Jaque_Barbosa
Poeira Estelar.

Canais Especiais Hypeness