Fotografia

Fotógrafa encontra forma criativa de constranger homens que fazem cantadas

Eme Viegas - 15/01/2014 | Atualizada em - 07/07/2014

Aos 28 anos, o talento de Hannah Price para a fotografia já é conhecido do público americano, tendo sido a mais jovem artista a ser incluída na mostra do Philadelphia Museum of Arts, na cidade onde vive atualmente. Entre outros trabalhos, Price chamou a atenção com uma peculiar série fotográfica: retratos desarmantes de todos os homens que assobiam, comentam ou simplesmente olham ousadamente quando ela passa.

Mulher jovem, bonita e vinda do Colorado, Estados Unidos, Price se surpreendeu com a quantidade de homens paquerando mulheres nas ruas de Filadélfia, pra onde se mudou recentemente. A fotógrafa garante que não se trata de assédio sexual (isso seria crime), nem de cantadas ofensivas, mas quis provocar desconforto aos homens e colocar-se em posição de comando.

Pra isso, com permissão, ela inverte o jogo de poder com a ajuda de sua câmera, desmascarando os rostos mais ousados que se cruzam com ela. O desconforto que a jovem sentia com os comentários passa agora para o olhar dos fotografados.

Ainda que considere que seu projeto não vai mudar a forma de atuar destes homens, Price espera encontrar algum tipo de humanidade neste processo. Veja as fotos:

HannahPriceMen1

HannahPriceMen2

HannahPriceMen3

HannahPriceMen4

HannahPriceMen5

HannahPriceMen6

HannahPriceMen7

HannahPriceMen8

HannahPriceMen9

HannahPriceMen10

HannahPriceMen11

Importa referir que a fotógrafa não quis emitir qualquer juízo de valor sobre os homens ou seus comportamentos. Americana com raízes mexicanas e africanas, Price garante também que não há no projeto, que continua em andamento, qualquer julgamento sobre raça.

Abaixo um auto-retrato da fotógrafa.

HannahPriceMen12

todas as fotos © Hannah Price

Publicidade


Eme Viegas
Trabalho com internet e meu escritório é na praia.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.