Empreendedorismo

Site de buscas inova e oferece prêmios para quem usa o serviço

por: Jaque_Barbosa

Difícil imaginar que, até pouco tempo atrás, era preciso buscar numa gigantesca lista telefônica para encontrar informações simples, como o telefone de uma floricultura ou restaurante. Hoje isso tudo está ao nosso alcance em um clique, e uma nova empresa quer deixar a experiência de busca ainda mais interessante: através de prêmios*.

O site www.buscapremiada.com vem sendo desenvolvido há 4 anos, e está prestes a ser lançado. Sua forma de funcionamento é simples – o internauta faz um cadastro gratuito, e pode fazer quantas buscas quiser no site. Até aí, sem novidades. A inovação vem no fato de que, a qualquer momento, o usuário pode ganhar prêmios*, que vão desde eletrodomésticos, smartphones, tablets, televisões, motos e até carros. A distribuição dos prêmios é aleatória, sem precisar acumular pontos. No primeiro mês de funcionamento, a previsão é que sejam distribuídos R$ 60 mil em prêmios.

O vídeo abaixo explica melhor como o Busca Premiada funciona:

[youtube_sc url=”https://www.youtube.com/watch?v=tPWxLR9KRSs#t=37″]

busca3

Outro diferencial do site é que as buscas são geolocalizadas. Ou seja – o usuário encontra os serviços que precisa de forma rápida e nos locais mais perto dele. Hoje o site já conta com 10 milhões de empresas brasileiras cadastradas, e segue aumentando.

busca-1

 O Busca Premiada passa a funcionar em fevereiro, mas os interessados de qualquer parte do Brasil já podem realizar prévio cadastro no site www.buscapremiada.com. Eles serão avisados quando o site entrar em funcionamento. Passa lá e se cadastre*!

*IMPORTANTE: O sorteio dos prêmios seguem as Regras do Portal e os prêmios somente serão sorteados para usuários cadastrados e logrados na hora das buscas!

ap

Publicidade


Jaque_Barbosa
Poeira Estelar.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
O que faz uma aceleradora de negócios canábicos no Brasil e quais startups ela está apoiando