Fotografia

Fotógrafo viaja pelo mundo retratando homens gays e suas histórias

por: Vicente Carvalho

The Gay Men Project é um projeto pessoal do fotógrafo Kevin Truong, que mora em Nova York, e tem como objetivo criar um catálogo visual de homens gays ao redor do mundo contando suas histórias.

Kevin resolveu criar o projeto pois acredita que perdeu muito tempo vivendo “dentro do armário” e que todos temos histórias incríveis para contar. Não necessariamente do mundo gay, mas sim de superação, de convivência, de descoberta ou apenas do cotidiano, revelando seres humanos absolutamente comuns ao redor do mundo e tentando quebrar o preconceito que envolve este grupo.

O projeto já passou pelo Brasil também, conheça algumas histórias:

André e Rodrigo, VJ/Designer e Planner/Criador de Conteúdo, São Paulo

rodrigoeandre

rodrigo_5_kevin_truong_the_Gay_men_project

rodrigo_6_kevin_truong_the_Gay_men_project

rodrigo_8_kevin_truong_the_Gay_men_project

rodrigo9

rodrigo6

Rodrigo, em suas próprias palavras: “Eu vivi com minha avó e meu irmão , nos últimos 5 anos. E sua aceitação em relação a mim e meu irmão ser gay é algo que me chocou no início. Ela nasceu há quase 70 anos, em um mundo totalmente diferente, e age naturalmente sobre nós. Ela me ensinou que realmente os que me amam vão entender que ser gay é apenas uma pequena parte de quem você é. E isso realmente não muda nada”.

André, em suas próprias palavras: “Ser gay significa ser livre. Toda pessoa precisa encontrar sua forma de liberdade. Me assumir foi mais fácil do que eu pensava. A maior dificuldade vinha de mim mesmo e não das pessoas ao meu redor”.

Alessio, Estudante, Nova York

kevin truong, the Gay Men Project, pictures of gay men

kevin truong, the Gay Men Project, pictures of gay men

Alessio, em suas próprias palavras: “Pra mim ser gay significa apenas ser romanticamente atraído por homens. Foi difícil sair de casa e me mudar para NY e me deparar com uma comunidade gay imensa e vibrante, e depois decidir o quanto eu queria que isso fizesse parte da minha vida. Eu acho que ainda estou tentando descobrir isso, mas torna-se mais fácil quanto mais tempo eu estiver aqui”.

(Com relação a sua saída de armário) “É, eu realmente não tenho uma. Eu contei primeiro para o meu pai, mas ambos meus pais já sabiam naquele momento (eu era uma criança muito imaginativa e por vezes afeminado, mas meu fascínio pelo Leonardo Di Caprio provavelmente avisou-lhes primeiro (…).”

João Victor, Engenheiro, Rio de Janeiro

joão_beach_1

joão_beach_2_kevin_truong_the_gay_men_project

joão_beach_4_kevin_truong_the_Gay_men_project

joão_beach_5

kevin truong, the Gay Men Project, pictures of gay men

João por João: “Eu tive a minha sexualidade estampada em mim por outras pessoas quando eu nem sequer tinha vestígios de algum tipo de desejo sexual. Quando eu percebi que eu era diferente dos outros meninos, quando eu finalmente entendi os olhares, os risos, o bullying que eu não podia fazer nada, mas para negar a mim mesmo que eu era e fazer o meu melhor para se encaixar nesse mundo que eu tinha e foi dito que eu não pertenço. Eu tinha que ser hétero. Esse objetivo me fez colocar tanto esforço e energia tentando ser algo diferente, que eu acabei preso em um meio infeliz”.

“Minha saída de armário foi um processo longo e calculado. Começou comigo provando pra mim mesmo que eu não era pior do que qualquer outra pessoa apenas por ser gay e terminou depois de algumas doses de tequila nos braços de um rapaz polonês em um clube em Barcelona. Naquele momento, eu finalmente me permiti tocar um homem de forma sexual, essa foi minha saída de armário. Eu tinha 22 anos e finalmente me senti livre.”

David, Editor e Designer de Moda, Londres

David_5_kevin_truong_the_gay_men_project

david_hawkins_3_kevin_truong_the_gay_men_project

david_hawkins_kevin_truong_the_gay_men_project

David em suas próprias palavras: “Caro Kevin, eu queria deixar umas linhas escritas para dizer o quanto eu gostei de conhecer você e como eu fiquei honrado em participar do seu portfolio impressionante de homens gays inspiradores ao redor do mundo. O dia em que você me visitou foi um dia muito emocionante em minha vida. Eu pensei então que deveria compartilhar com você a história por trás disso.

Eu tive na noite anterior sido notificado que meu ex-parceiro, com quem compartilhei dez anos de minha vida, perdeu sua luta contra o câncer. Nós, infelizmente, fomos afastados e essa notícia de que alguém que eu amava tinha lutado uma batalha tão difícil sem eu saber foi devastador. Coletamos fotos que lembram os pontos altos de nossa vida. Mas para mim é importante documentar as emoções. Porque há beleza nesta imagem, embora por baixo dela exista um manto de dor.

Isso ajuda a me lembrar de nunca deixar que nada se interponha entre aqueles que amamos. Nunca deixe que a raiva ou a dor esconda nossas emoções. Para nunca perder novamente contato com aqueles que importam. Você pode ter a capacidade de deixar de amar, mas ainda pode continuar oferecendo amor e apoio ao outro. Obrigado por me ajudar nessa jornada.”

Mic, Bancário, Paris

mic_the_gay_men_project_kevin_truong

mic_8_the_gay_men_project_kevin_truong

mic_6_the_gay_men_project_kevin_truong

mic_5_the_gay_men_project_kevin_truong

mic_4_the_gay_men_project_kevin_truong

Mic, em suas próprias palavras: “Para mim, gay é uma pessoa normal que vive sua sexualidade: a sexualidade é privada e deve ser cumprida”.

(Sua história de saída do armário) “Com a minha família, tudo era natural e até mesmo minha mãe pediu para meu ‘marido’ cuidar de mim. Com os pais e irmãos do meu marido, fui adotado por eles e vice-versa (…)”.

Há ainda dezenas de outras histórias documentadas, mas ainda muitas a acontecer, por isso Kevin abriu um projeto no KickStarter para ir a mais lugares no seu projeto. O objetivo é arrecadar 30 mil dólares, do qual mais da metade já foi arrecadado. Dá uma olhada no vídeo:

Publicidade


Vicente Carvalho
Em busca da terra do nunca.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
As mil facetas dos EUA na década de 70 registradas nas incríveis fotos PB de Jim Hair