Criatividade

Portadores de Síndrome de Down tiram dúvidas de mãe que terá um filho com o mesmo distúrbio. O vídeo que eles fizeram é encantador.

por: Vicente Carvalho

Por mais que atualmente tenhamos acesso a informações sobre praticamente tudo que quisermos, ainda é grande a falta de informação da população sobre diversos assuntos. A Síndrome de Down é um deles: um distúrbio genético causado pela presença do cromossomo 21, que ainda assusta pais desinformados. Foi exatamente isso que aconteceu com uma mãe italiana quando descobriu que o filho possui a síndrome. Assustada, ela mandou um e-mail para uma entidade perguntando: “Que tipo de vida meu filho vai ter?”

A entidade é a CoorDown (Coordinamento Nazionale Associazoni Delle Persone con Sindrome di Down), que se juntou com a Saatchi & Saahtchi para responder à pergunta da mãe, convidando 15 portadores da Síndrome a dar seus depoimentos e falando dos desafios e alegrias que ela enfrentará no futuro. Na verdade, eles são os mesmos pra qualquer mãe.

Vale a pena assistir (se não aparecer a legenda em português, basta ativá-la):

sindrome_video

sindrome_video2

sindrome_video3

sindrome_video4

sindrome_video5

sindrome_video6

sindrome_video7

O vídeo foi feito também como uma celebração ao Dia Mundial da Síndrome de Down, que comemora-se dia 21 de março, onde no mundo inteiro há ações de conscientização da Síndrome, inclusive no Brasil. E por conta do vídeo, um pai também resolveu responder à essa mãe, no site Razões para Acreditar, dando seu emocionante depoimento de pai de uma linda menina com Down. Com a devida autorização, partilhamos o texto com você:

“Eu não sou mãe, mas sou pai de uma criança com Síndrome de Down, que me faz muito feliz , todos os dias da minha vida, desde que aqui em casa ela chegou. Me ama com intensidade, com a transparência das almas boas e limpas, me olha no fundo dos olhos, como se me enxergasse todo por dentro, me confia seus sonhos, desejos, dúvidas, alegrias e tristezas, me faz ser parceiro, no que essa palavra tem de mais intenso e verdadeiro, me estimula a ser melhor, a me abrir por inteiro, me faz criança aos 60 anos de forma plena, me produz a sensação de que a vida vale muito a pena, me intima a ser livre e como ela me abrir o tempo inteiro, sem o medo dos sensatos, sem a fúria dos irados, sem o ranço dos prepotentes. Me ensina a mostrar os dentes, para produzir um sorriso intenso, verdadeiro. Minha filha Down é uma pequena, frágil, do coração gigante, se levanta todos os dias feliz, cantante, dançante, sábia sobre viver intensamente, sobre amar sem rodeios, sobre abrir o peito e dizer tudo o que pensa. Minha filha Down é intensa como o sol quando se abre em cheio nas manhãs de céu azul, ou nas noites de lua cheia. Minha filha Down é Isabela, e como é bela, e como faz feliz o pai, a mãe, a irmã, a família inteira. Se a dúvida é como vai ser sua filha Down que vai nascer, se prepare para se abrir e para ser feliz e para melhor se conhecer e como a si, o próximo e o mundo inteiro, se prepare para ser um ser humano melhor, não a partir de si, nem do espelho, mas do ser especial que te atingirá de amor em cheio.” Marcel De Brot

Publicidade


Vicente Carvalho
Em busca da terra do nunca.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Crivella arruma treta com repórter amada pela internet e sofre represália memeal