Fotografia

Para superar a perda da mãe, fotógrafa retrata contos de fadas que ela lhe contava na infância em imagens surreais

02 • 04 • 2014 às 10:31
Atualizada em 12 • 03 • 2018 às 23:48
Vicente Carvalho
Vicente Carvalho Em busca da terra do nunca.

Cada um lida com a perda de um ente querido de uma maneira diferente. Para Kirsty Mitchell, uma fotógrafa do Reino Unido, a forma de enfrentar o vazio pela perda da mãe, em 2008, foi revisitar os fragmentos de contos de fadas que ela contava quando Mitchell era criança. Assim, a fotógrafa decidiu usá-los como ponto de partida para uma série de retratos elaborados, aproveitando sua experiência em design de moda e confecção de figurino.

Tudo que está nas fotos foi pintado, costurado, colado e montado completamente à mão, o que exige uma dedicação sem precedentes, e uma concentração e foco que Mitchell precisava na época para conseguir tocar a vida adiante. Passados alguns anos, suas belas fotos ganharam o mundo. Dá uma olhada abaixo e entenda porquê:

Gaia-The-Birth-of-an-End

A-Floral-Birth-

Gammelyns-Daughter-

Gammelyns-Daughter-a-Waking-Dream-

The-Faraway-Tree-

The-Ghost-Swift-

The-Guidance-of-Stray-Souls

The-Last-Door-of-Autumn

The-Queens-Armada-

The-Storyteller-

Estes registros despertaram grande curiosidade e acabaram se transformando em um mini-documentário, mostrando um pouco do demorado processo de produção. O vídeo desse trabalho está abaixo:

Todas as fotos © Kirsty Mitchell

Publicidade

Canais Especiais Hypeness