Inovação

Nesse café você não paga nada do que consome. Só paga o tempo que lá fica.

por: Redação Hypeness

Que tal ficar trabalhando num café uma tarde inteira e não pagar pelo consumo? Parece bom negócio, certo? Neste estabelecimento que está dando o que falar em Londres, a conta vem com um único item: o tempo que você permaneceu no local.

Que tal ficar trabalhando num café uma tarde inteira e não pagar pelo consumo? Parece bom negócio, certo? Neste estabelecimento que está dando o que falar em Londres, a conta vem com um único item: o tempo que você permaneceu no local. Logo na entrada do Café Ziferblat, um funcionário pede gentilmente que você marque o horário da sua entrada. A partir daí, tudo é gratuito. Internet, impressora, bebidas, pastelaria, tudo mesmo. Somente ao final, na sua saída, você paga pelos minutos que utilizou, algo em torno de 2 euros a hora.

O conceito foi lançado por Ivan Mitin há dois anos na Rússia. O comunicado da empresa divulga o local como uma experiência social, incentivando a troca de informações e experiência dos frequentadores. “Estamos preocupados, primeiro, com o individualismo e a liberdade interior. Providenciamos algo como um refúgio numa cidade de impostores. É como uma casa na árvore para adultos. As pessoas reúnem-se para construir um lugar para si próprio, para serem abertos uns com os outros, para se esconderem dos adultos”, disse Ivan Mitin à revista online Animal.

457A9234

1441504_465206526934219_812222178_n

article-2536221-1A81E14E00000578-356_634x422

The-Week_Ziferblat_RG011

article-2536221-1A81E13200000578-826_634x422

Ziferblat

ziferblat-cafe-london-2

ziferblat-cafe-london-4

Ziferblat-Cafe-London-3

Ziferblat-London-3

As fotos são da fanpage do Café Ziferblat. Logo na entrada do Café Ziferblat, um funcionário pede gentilmente que você marque o horário da sua entrada. A partir daí, tudo é gratuito. Internet, impressora, bebidas, pastelaria, tudo mesmo. Somente ao final, na sua saída, você paga pelos minutos que utilizou, algo em torno de 2 euros a hora.

O conceito foi lançado por Ivan Mitin há dois anos na Rússia. O comunicado da empresa divulga o local como uma experiência social, incentivando a troca de informações e experiência dos frequentadores. “Estamos preocupados, primeiro, com o individualismo e a liberdade interior. Providenciamos algo como um refúgio numa cidade de impostores. É como uma casa na árvore para adultos. As pessoas reúnem-se para construir um lugar para si próprio, para serem abertos uns com os outros, para se esconderem dos adultos”, disse Ivan Mitin à revista online Animal.

457A9234

1441504_465206526934219_812222178_n

article-2536221-1A81E14E00000578-356_634x422

The-Week_Ziferblat_RG011

article-2536221-1A81E13200000578-826_634x422

Ziferblat

ziferblat-cafe-london-2

ziferblat-cafe-london-4

Ziferblat-Cafe-London-3

Ziferblat-London-3

As fotos são da fanpage do Café Ziferblat.

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Homem cego cria bastão que usa Google Maps e sensores para guiá-lo