Viagem

10 livros que vão te dar vontade de fazer as malas e desbravar o mundo

por: Redação Hypeness

Os livros são verdadeiros companheiros na hora de viajar, seja pra passar o tempo, como guia ou até mesmo servindo como a própria viagem, feita diretamente da nossa cabeça para o universo da história que estamos lendo. Seja para espantar o tédio, saber mais sobre um determinado assunto ou se guiar por aí, eles são a companhia perfeita para todo o viajante que se preze.

Já mostramos aqui 10 filmes imperdíveis para quem está sempre pensando na próxima viagem; agora é a vez dos 10 livros sobre viagens que você não vai querer perder. Desde clássicos como Cem Anos de Solidão, os que são leitura obrigatória, como os da autora Jan Morris, e até as histórias mais improváveis e malucas, como no livro de Michael Paterniti, você certamente encontrará um enredo para chamar de seu, até que lancem um novo recheado de novas aventuras.

Dá uma olhada:

1. O Pequeno Príncipe, de Antoine de Saint-Exupéry

Precisa explicar? É simplesmente o clássico dos clássicos da literatura infanto-juvenil, um dos principais livros mais vendidos de todos os tempos, traduzido em mais de 190 línguas e já vendeu mais de 80 milhões de cópias no mundo todo. O narrador é um piloto de avião que cai no deserto do Saara. Nisso ele conhece um principezinho, morador de um pequeno planeta, que viaja para seis outros asteroides e para a Terra, onde ele vai conhecendo outras pessoas e trocando experiências e aprendizados que marcaram as nossas vidas. Afinal, quem nunca repetiu a frase “Você se torna eternamente responsável por aquilo que cativas”?

petit

2. On the Road/Pé na Estrada, de Jack Kerouac

Este livro é uma verdadeira bíblia para aqueles que sonham em botar o pé na estrada e não tirá-lo nunca mais. A obra reúne uma série de viagens feitas por amigos do autor, transportando o leitor de Nova York a Denver, para São Francisco e Los Angeles, com histórias embaladas por jazz, poesia e drogas. Além de ser um dos mais importantes livros do autor, é um dos principais representantes do movimento Beat, dando origem a inúmeros outros movimentos de contracultura dos Estados Unidos. Se você tem espírito nômade, tem-que-ler. 

jackk

3. Um ano na Provence, de Peter Mayle

Considerada uma das mais divertidas, adoradas e bem-sucedidas obras do gênero já publicadas, o livro venceu o prêmio Melhor Livro de Viagem do British Book Awards e conta aquela velha história: largar tudo e recomeçar a vida em um lugar distante, mais precisamente, numa casal rural no sul da França. A história real do autor inglês, que é ex-publicitário, revela descobertas e surpresas com riqueza em detalhes e humor refinado. Uma história que revela, com tato, todos os prazeres mais rústicos da vida. 

provence

4. A Praia, de Alex Garland

O romance, mais famoso ainda em sua adaptação para cinema – recomendada aqui -, conta a busca de um mochileiro britânico pelo paraíso na Terra, o que inspirou toda uma geração de estudantes a cair de cabeça no Extremo Oriente, colaborando para que o destino se consolidasse como um verdadeiro símbolo do escapismo.

a-praia

5. Cem Anos de Solidão, de Gabriel Garcia Marques

Um dos grandes clássicos da literatura, pelo qual o autor recebeu prêmio Nobel da categoria, se passa na pequenina cidade fictícia de Macondo, onde é traçada toda uma história em volta da família Buendía, a estirpe dos solitários para a qual não será dada uma segunda oportunidade sobre a terra. O vilarejo, entretanto, é baseado na cidade de Aracataca, terra natal do escritor.

100anos

6. Viajando com Charley, de John Steinbeck

Em 1960, o autor e seu poodle francês Charley partem de caminhão a uma turnê pelo Estados Unidos. O resultado é o livro que conta todos os detalhes, paisagens e pessoas que ele encontrou ao longo do caminho, revelando acontecimentos sombrios e atitudes que revelam o quanto a América mudou nas últimos cinco décadas.

charley

7. Cem dias entre céu e mar, de Amyr Klink

Um dos velejadores mais famosos do Brasil, Amyr Klink relata a primeira travessia do Atlântico Sul em barco a remo realizada em 1984, partindo da Namíbia e desembarcando na Bahia. O livro detalha desde as preparações para a viagem até o fim da jornada. O autor já registrou em outros diversos livros suas aventuras pelos mares do mundo. 

100

8. Viagem por África, de Paul Theroux

O diário de viagem de 600 páginas do autor viajante é um mix de humor negro, sarcasmo e crítica social em relação aos ex-colonizadores que tentaram passar a sua cultura às ex-colônias, mas que no fundo nunca tentaram nem se interessaram por compreender os povos e os costumes riquíssimos dos nativos destes países.

theroux

9. Veneza, de Jan Morris

Grave este nome, pois Jan Morris é atualmente a autora viva mais importante no que diz respeito a literatura de viagens. O livro já é um clássico, mesmo que publicado há meio século atrás e é um aclamado registro histórico e observador sobre Veneza. Só para deixar um gostinho curioso, com ele é possível entender porque há tantos gatos e nenhum cavalo na cidade. E mais: a primeira edição do livro, em 1960, foi lançada sob nome James Morris, antes do autor mudar de sexo.

venz

10. Conduzindo o Sr. Albert: uma viagem pelos Estados Unidos com o cérebro de Einstein, de Michael Paterniti

Essa história é muito doida. O autor, um jovem jornalista, decidiu procurar o patologista Thomas Harvey, de 84 anos, que é simplesmente o suposto autor da façanha histórica: o roubo do cérebro de Einstein após sua morte. Para apurar o que de fato acontecera, o livro descreve a viagem, feita de costa a costa dos Estados Unidos, envolvida por temas como a teoria da relatividade, a bomba atômica, o amor e a morte. Surreal! 

albert

E você, já se sentiu inspirado por algum desses livros? Quais os que colocaria na lista? Deixe sua opinião nos comentários!

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Kaitenzushis: os tecnológicos sushis de esteira express feitos por robôs no Japão