Fotografia

Ensaio fotográfico chocante mostra as marcas deixadas no corpo pelos abusos verbais

por: Redação Hypeness

Cada sílaba é um tapa em potencial e a ferida de uma palavra maldosa pode levar anos para cicatrizar. No projeto “Weapons of Choice”, o fotógrafo Richard Johnson transforma a dor de um xingamento em cicatriz visível e alerta para o fato de que a violência verbal pode deixar marcas tão ou mais profundas que a física.

Os retratos são intensos e provocativos e, com palavras como “stupid” (estúpido), “ugly” (feio), “slut” (vadia) ou “freak” (esquisitão) marcadas na pele, como feridas, adultos e crianças mostram que o cérebro pode ser tão suscetível a palavras quanto a pele é à ponta de uma faca.

O objetivo de Richard Johnson, que revela em seu site já ter sofrido abuso físico e psicológico quando criança, é fazer com que as pessoas olhem para o bullying e para a violência verbal de uma forma diferente. Segundo ele, a agressão física e a psicológica andam sempre de mãos dadas, mas nem sempre se curam ao mesmo tempo.

Confira os retratos:

MarksofAbuse1
“Burra”

MarksofAbuse2
“Lixo”

Weapon of Choice
“Preto”

Weapon of Choice
“Vagabunda”

Weapon of Choice
“Estúpido”

Weapon of Choice
“Erro”

Weapon of Choice
“Bicha”

Weapon of Choice
“Puta”

Weapon of Choice
“Desprezível”

MarksofAbuse10
“Débil Mental”

MarksofAbuse11
“Fedelho”

MarksofAbuse12
“Inútil”

MarksofAbuse13
“Vadia”

MarksofAbuse14
“Gorda”

MarksofAbuse15
“Feio”

Todas as fotos © Richard Johnson

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
‘Tubarões surfistas’ e ‘baleia bailarina’: as melhores fotos oceânicas de 2020