Inovação

Estruturas dobráveis e modulares transformam-se em casas temporárias para moradores de rua

por: Vicente Carvalho

Já mostramos aqui no Hypeness pessoas que se mobilizam para ajudar moradores de rua, seja dando atenção a eles ou construindo casas usando materiais descartados (relembre aqui, por exemplo). Mas algumas pessoas vão além e pensam em uma forma mais fácil e barata de ajudá-los.

Foi o que aconteceu com Alastair Pryor, 24 anos, que depois de se encontrar com um morador de rua, inspirou-se para criar um abrigo dobrável que poderia se tornar uma ótima alternativa para pessoas que não têm onde morar. A isso, Alastair chamou de Compact Shelters.

O abrigo temporário é resistente ao vento e à chuva e pode ser montado em apenas dois minutos. Em entrevista para a Gizmag, Pryor falou do impacto da conversa que teve com um morador de rua no centro de Melbourne durante os meses frios do inverno: “Eu costumava trabalhar na construção de andaimes e, uma manhã, estávamos fazendo uma perfuração e acordamos um homem sem-teto abaixo de nós. Ele realmente me fez pensar sobre o quão pobres suas condições de vida eram. Eu pensei em como seria altamente benéfico para ele se eu conseguisse projetar um abrigo que ele pudesse dobrar a cada dia, ou dobrá-lo em uma caixa. Eu trabalhei nesta ideia algum tempo, até que comecei a pensar em uma escala maior.”

O resultado está à vista:

bdebd7ba-0beb-45ae-a55d-e2fb4e5863d2

compactshelter-10

O Compact Shelter é feito de um propileno resistente aos raios UV, e seu design modular permite que se conecte com outro abrigo, fazendo assim espaços maiores, tudo com um custo de cerca de R$ 300,00 por unidade. Para garantir que o interior seja o mais confortável possível para um abrigo temporário, o produto também foi equipado com saídas de ar controladas manualmente.

compactshelter-0

compactshelter-1

compactshelter-2

compactshelter-3

compactshelter-5

compactshelter

compactshelter-6

compactshelter-7

compactshelter-8

Você deve estar se perguntando: mas o abrigo é feito de plástico? Pois saiba que essa foi uma das principais preocupações, pois apesar de suas impressionantes propriedades térmicas, é um material que continua a poluir o meio ambiente. Felizmente, Pryor foi capaz de pensar um passo à frente. Ele se uniu especificamente com fabricantes que têm a capacidade de reciclar totalmente o polipropileno, derretendo-o e o produzindo novamente. Ou seja, o produto torna-se então 100% reciclável.

Quem quiser saber mais informações, entre no site, pois agora ele está procurando formas de conseguir produzir mais desses abrigos para os sem-teto, de forma a disponibilizá-los gratuitamente.

Publicidade


Vicente Carvalho
Em busca da terra do nunca.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Domino’s cria delivery com bicicletas elétricas nos EUA