Arte

O artista com paralisia cerebral que usava máquinas de escrever para criar ilustrações detalhadas

por: Redação Hypeness

Muitos dizem que fazer arte é uma necessidade do homem. Mas o que fazer quando o corpo não permite segurar uma caneta ou pincel? O artista Paul Smith, que nasceu com uma grave paralisia cerebral, aprendeu na máquina de escrever a dar vazão a arte que se criava dentro de si, mas não na forma de palavras. Smith criou uma técnica que lhe permitia criar imagens, de retratos às mais diversas paisagens, utilizando a máquina.

Suas limitações de movimento faziam com que ele digitasse com a mão esquerda e usasse a direita para segurá-la. Como não conseguia pressionar duas teclas ao mesmo tempo, costumava travar a tecla SHIFT e usar os símbolos das teclas numéricas (@#$%^) para criar suas imagens.

Ao longo dos anos, Paul Smith aperfeiçoou a técnica a tal ponto que conseguia utilizar cores, texturas e sombras usando apenas as teclas. Confira algumas das incríveis obras criadas por ele:

paul-smith1

paul-smith2

paul-smith4

paul-smith5

paul-smith6

paul-smith7

paul-smith8

paul-smith9

paul-smith10

Todas as imagens © Paul Smith

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Programação CCXP: fique por dentro de tudo que vai rolar na edição de 2019