Roteiro Hypeness

Roteiro Hypeness: fomos conhecer a Gastromotiva, que usa a gastronomia em prol da transformação social

por: Paulo Moura

“Não basta a comida ser boa, ela precisa também fazer bem para a sociedade”. Esse é o conceito que norteia a atuação da Gastromotiva, uma organização que colocou a gastronomia, até então uma ocupação elitizada e distante da população, a serviço da inclusão social nas comunidades carentes das cidades brasileiras. É até lá que nos leva o Roteiro Hypeness da semana.

O setor de alimentos e bebidas movimenta cerca de 10% do PIB nacional e, cada vez mais, assume uma posição de destaque como um dos maiores empregadores dos grandes centros urbanos. Então, por que  não aproveitar todo esse potencial para transformar a sociedade, unir as pessoas e ajudar a diminuir a desigualdade social?

Essa foi a premissa que levou o paranaense David Hertz a criar a Gastromotiva em 2006.

gastro12

A organização, que nasceu em São Paulo, chegou em 2013 ao Rio de Janeiro e este ano desembarcou em Salvador, na Bahia. Mais de 1000 pessoas já se formaram em seu Curso Profissionalizante em Cozinha, que, em paralelo, impactou mais de 30 mil pessoas com um Trabalho de Ação nas Comunidades envolvidas.

A taxa de empregabilidade – pasme! – gira em torno de 70% a 80% de cada turma formada.

gastro13

gastro14

novo

Com duração de 280 horas, o curso profissionalizante – que em São Paulo acontece no campus da Mooca da Universidade Anhembi Morumbi – engloba habilidades como panificação, confeitaria, higiene e segurança alimentar, ecogastronomia e eventos. Com essa carga horária e conhecimento prático e teórico os alunos recebem um certificado de Auxiliar de Cozinha.

gastro3

gastro8

E quem emprega esse auxiliar de cozinha? Foi criada uma rede composta de dezenas de estabelecimentos em São Paulo e no Rio de Janeiro que ajudam a financiar os cursos e disponibilizam vagas para os aprendizes, da qual fazem parte o Mocotó, Dalva e Dito, Brasil a Gosto, Aconchego Carioca, Bar da Dona Onça, Quadrucci, Gula Gula, Alessandro e Frederico, entre outros.

gastro9

A Gastromotiva acumula em sua história, além do trabalho de formação profissionalizante, feitos sociais de grande repercussão nacional como o Gastronomia de Presídios, curso de cozinha dentro dos presídios idealizado em parceria com o chef Alex Atala, que acaba de formar a segunda turma, composta por 32 mulheres presas e três funcionários da Penitenciária Feminina da Capital; e o Mesa ao Vivo Rio de Janeiro, uma feira gastronômica na qual os grandes restaurantes da cidade se juntam aos pequenos empreendedores de diversas comunidades do Rio no Morro do Adeus, no Complexo do Alemão.

Confira na sequência, alguns trechos da entrevista que David Hertz concedeu ao Hypeness:

Como se trabalha de maneira prática a questão de cidadania das aulas?

O nosso trabalho final, o TAC (Trabalho de Ação nas Comunidades), é um exemplo prático e maravilhoso de como nós valorizamos a cidadania. Os alunos desenvolvem um projeto no qual replicam o que aprenderam e se tornam multiplicadores em suas comunidades, levando o conhecimento e informação prática ao redor da gastronomia sustentável e social, para que outras ONGs e escolas possam colocar na prática este aprendizado.

Quais são os próximos eventos/projetos programados a serem lançados esse ano?

No começo de setembro, começou a primeira turma do Curso Profissionalizante em Cozinha em Salvador. Até o final do ano lançaremos também o primeiro Curso Profissionalizante de Garçom, em São Paulo.

Como a gastronomia social vem sendo explorada mundo afora?

O movimento da gastronomia social anda em paralelo com o Slow Food, movimento internacional criado em 89 e do qual fazemos parte. O Slow Food tem várias bandeiras e podemos dizer que o pensamento social é um deles. Assim como a Gastromotiva, há outras organizações que tem uma visão muito parecida com a nossa, como a Koto (Know One – Teach One) no Vietnã,  a Yangon BakeHouse em Myanmar, o Fundação Pachacútec no Peru, o Fifteen do Jamie Oliver, entre outros.

Crédito das Fotos: Heloísa Mello, Rodrigo Albuquerque e Rubens Kato

Para ver outros roteiros feitos pelo Hypeness, clique aqui.

Publicidade


Paulo Moura
Jornalista paulistano que adotou o Rio de Janeiro como casa. Possui mais de 15 anos de experiência em comunicação corporativa e é sócio-diretor da Agência VIRTA. Apreciador de cerveja, comida ogra, mar e tudo aquilo que combina ou remete a ele.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Google apresenta recurso de voz para pessoas com deficiência visual