Seleção Hypeness

Seleção Hypeness: 15 dicas para curtir São Paulo depois da meia noite

por: Paulo Moura

Patrocinado por:

Publicidade Anuncie

São Paulo não dorme, é verdade. E para quem curte sair de madrugada, não faltam opções. O Hypeness selecionou algumas dicas, seja para tomar uma, dançar, comer, cantar e dar boas risadas, sem hora para voltar para casa. Confira a Seleção Hypeness da semana:

1) Karaokê e Choperia Liberdade

O karaokê da Mamma é um verdadeiro clássico da madrugada na cidade. Depois de muitos saquês e caipirinhas, turmas de descolados e quarentões disputam o microfone em meio a uma infinidade de painéis, lanternas orientais, penduricalhos e luzes coloridas.

madru0

Foto © Kekanto

2) Superafter

A tradicional balada afterhours da D-Edge, na Barra Funda, acontece semanalmente aos sábados, a partir das 5 da matina.

madru13

Foto © MixMag

3) Salgaderia

Uma verdadeira fábrica de salgados para matar a fome pós-balada gastando 10 contos e se entupindo de risoles, coxinhas, pães de queijo e empadas.

madru

Foto © SP para Iniciantes

4) Ó do Borogodó

Quando todos os bares já estão jogando balde de água no chão para espantar os últimos fregueses, o samba come solto nessa casa em Pinheiros. No salão, todos se apertam e requebram ao som do batuque, sem frescura!

madru3,5

Foto © Raul Zito/Veja SP

5) Boi na Brasa

Ponto tradicional das madrugadas carnívoras no centro de SP. Não fecha antes das 5 da matina, oferecendo combinações de churrasco com fartas porções de acompanhamento;

madru1

Foto © Marcelo Katsuki

6) Estadão

Famoso pelo sanduíche de pernil, o Estadão é um dos poucos lugares onde você pode bater uma feijoada às 4 da manhã em SP (quartas e sábados).

mad

Foto © Foodspotting

7) Um giro na Praça Roosevelt

Para uma noitada boêmia de primeira: comece com uma peça no Satyros ou no Parlapatões, ali por volta da meia noite, e depois caia na gandaia no Lekitsch ou no Papo, Pinga & Petisco;

madru3

Foto © Yelp

8) Joakin’s

Taí uma opção pós-balada recorrida por muitos paulistanos. O cheese bacon salada é o carro chefe da casa localizada no bairro do Itaim.

madru2

Foto © Cia dos Botecos

9) Nos embalos do baixo Augusta

Comece a noite fazendo um aquecimento no Ibotirama. Depois é só escolher onde quer dançar: tem o Beco 203, o Inferno Club,  o Mono, o Lab, o Sarajevo, a BlitzHaus e a FunHouse. Saindo, a dica antes de cair na cama, é bater um burrito no Tollocos que fica aberto até 6 da matina.

madru6

Foto © Status

10) Chicohamburger

A tradicionalíssima lanchonete da Avenida Ibirapuera salva a madrugada de muitos paulistanos há mais de 50 anos. Se você gosta de catupiry, vá sem medo de errar: eles não economizam.

madru7

Foto © Derby Motta

11) Sujinho

Seja no Ipiranga ou na unidade da Consolação, não dá para deixar de provar numa madrugada dessas uma das duas especialidades do Sujinho: o frango caipira e a chuleta, a qualquer hora da madrugada. A salada de repolho faz parte do show.

madru8

Foto © São Paulo Shots

12) Cine Joia

O que era um cinema especializado em projeções de cineastas japoneses tornou-se  palco para algumas das melhores festas da cidade. Nessa sexta, dia 10, por exemplo, tem uma imperdível festa cigana por lá.

madd

Foto © Sampa Criativa

13) Paris 6

O bistrô é reduto de muitas celebridades na madrugada paulistana. Come-se bem, mas é bom preparar o bolso.

maa

Foto © Guidu

14) Comedians

Localizado na rua Augusta, o Comedians é o primeiro bar do país voltado exclusivamente para apresentações de stand up comedy. Nas sextas-feiras, a programação começa normalmente à meia noite e é garantia de boas risadas na madrugada.

madru15

Foto © R7

15) Padarias 24 horas

Não faltam opções para fechar a noite numa padaria 24hs em SP. Eis algumas opções: Galeria dos Pães, Villa Grano, Bella Paulista, Sagres, Paneteria ZN, Empório Juventus

madru9

Foto © Cuiket

faixa-selecao-hypeness

Publicidade Anuncie


Paulo Moura
Jornalista paulistano que adotou o Rio de Janeiro como casa. Possui mais de 15 anos de experiência em comunicação corporativa e é sócio-diretor da Agência VIRTA. Apreciador de cerveja, comida ogra, mar e tudo aquilo que combina ou remete a ele.


X
Próxima notícia Hypeness:
Primeiro veleiro de expedições científicas oceanográficas do Brasil está prestes a zarpar de Florianópolis