Inspiração

Ensaio poderoso retrata a intimidade de pessoas com deficiência física

por: Redação Hypeness

A sexualidade costuma estar ligada a corpos perfeitos, definidos e bronzeados. Mas, como você já viu aqui no Hypeness, ela também acontece quando os corpos estão ficando velhos e também quando eles não são completos. Deficientes físicos têm desejos e fantasias, embora muitas vezes sejam tratados como crianças ou como assexuados. Quebrar esse tabu é o objetivo da série fotográfica “Je t’aime moi aussi” (“Eu também te amo”, em português), criada pelo fotógrafo Olivier Fermariello.

Se as campanhas pela real beleza são aplaudidas ao mostrar celulites e quilinhos a mais, vale ressaltar que continuam a negar a existência de deficientes. As imagens que você verá abaixo podem deixar você desconfortável, mas saiba que esse é o sentimento de um tabu sendo quebrado.

Sem muitos artifícios, as fotos adquirem inclusive um quê documental e mostram a realidade, literalmente, nua dessas pessoas. No equilíbrio entre os desejos e o dia dia, o nu que começa desconfortável torna-se neutro até a última imagem. Entendemos que são apenas corpos, desejos e necessidades. E nada mais.

Confira o ensaio:

intimidade-deficiencia1

intimidade-deficiencia2

intimidade-deficiencia3

intimidade-deficiencia4

intimidade-deficiencia5

intimidade-deficiencia6

intimidade-deficiencia7

intimidade-deficiencia8

intimidade-deficiencia9

intimidade-deficiencia10

intimidade-deficiencia11

intimidade-deficiencia12

intimidade-deficiencia13

intimidade-deficiencia14

intimidade-deficiencia15

intimidade-deficiencia16

Todas as fotos © Olivier Fermariello

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Ele foi fazer uma reportagem em abrigo, recebeu um abraço e saiu ‘pai de pet’