Viagem

As 10 melhores cidades para visitar em 2015

por: Redação Hypeness

Há tantos lugares incríveis no mundo para conhecer que às vezes é difícil escolher qual será o destino da próxima viagem. O Lonely Planet, conceituado site sobre turismo, elegeu as 10 cidades que você deve visitar em 2015. Algumas delas estão em pleno crescimento, outras serão sede de relevantes eventos e há ainda alguns destinos pouco populares, porém promissores, que se tornarão famosos em um piscar de olhos. De cidades pequenas a grandes metrópoles, temos certeza de que pelo menos um desses destinos vai fazer você ter vontade de arrumar as malas e partir. Qual será?

1. Washington DC, EUA

Pode-se dizer que Washington DC é a Brasília norte-americana, não só por ser a sede oficial do governo, mas por também ter sido construída especialmente para este fim. No entanto, se você pensa em Washington DC e vê apenas a Casa Branca e o patriotismo norte-americano em ruas bem planejadas, saiba que não é só isso que a cidade oferecer. Com paisagens belíssimas, imponentes monumentos e museus incríveis, como o Instituto Smithsonian, que engloba 19 museus, galerias, centros de pesquisa e um zoológico, Washington DC é um excelente destino para quem vai aos EUA.

Nos últimos anos, Washington DC tem conquistado moradores mais jovens. Estima-se que um terço da população tenha entre 20 e 30 anos. O resultado disso é uma cidade que, embora clássica, esteja cada dia mais se renovando. Isso pode ser percebido nos projetos de revitalização do centro, na criação de áreas de lazer públicas e, claro, na quantidade de bares, boates e restaurantes, que tornam a vida noturna de Washington DC ainda mais interessante. Além disso, em 2015, Washington DC celebra o 150° aniversário do assassinato de Abraham Lincoln, ex-Presidente homenageado pela cidade em um memorial fantástico. A famosa cartola de Lincoln, bem como a pistola que disparou o tiro fatal, entre outros itens, estarão em exibição.

washington5

washington1

washington2

washington3

washington4

Fotos © Visit Washington DC

2. El Chaltén, Argentina

Conhecida como a “capital do trekking na Argentina“, El Chantén é uma cidade bastante nova, criada há 30 anos para manter a soberania da Argentina frente a territórios da Patagônia disputados com o Chile. Mas chamar El Chantén de cidade é quase um erro. Com ares rústicos de vila, sinal de celular precário e um único caixa automático, este tem sido o destino favorito de quem busca um contato íntimo com a natureza e com os esportes – seja escalada, trekking, pescaria ou tomar uma cerveja artesanal e curtir a vista.

El Chantén tem a segunda maior geleira fora das regiões polares, uma natureza praticamente intocada e paisagens de tirar o fôlego. Trata-se de um caso típico de: corra antes que todos os turistas resolvam ir até lá.

elchalten1

elchalten2

elchalten3

elchalten4

Fotos © Sebastian Gonsales

elchalten5

Fotos © Pablo Zabala

3. Milão, Itália

Com mais de dois mil anos de história, Milão tem a quinta maior catedral no estilo gótico do mundo e museus e igrejas que são uma verdadeira viagem no tempo. Nas ruas, contudo, a moda disputa o destaque com as antigas construções, mostrando todo o seu charme. Mas se a ideia de pessoas super bem vestidas segurando bolsas Prada pode parecer um pouco desconfortável, 2015 é o ano em que Milão, mais do que nunca, está aberto a todos – inclusive a quem não dispensa a jeans e o tênis enquanto faz turismo por aí.

O motivo é a Expo 2015, ou Exposição Internacional, um evento que acontece desde o século XIX em diferentes cidades do mundo e que busca apresentar novas tendências em temas que tangem as mais diversas áreas da humanidade – arte, saúde, design e arquitetura são alguns exemplos. Como bons italianos, Milão terá como tema a gastronomia e os alimentos. Uma área de 1 milhão de metros quadrados será construída nos moldes de uma cidade romana clássica. Ruas simétricas, um canal e um lago artificial farão parte do cenário, que vai contemplar a culinária mundial. O evento acontece entre maio e outubro e deve atrair uma multidão de turistas para a cidade.

milao1

milao2

milao3

milao4

milao5

Fotos © Milano e Turismo

4. Zermatt, Suíça

Logo à frente da cidade suíça de Zermatt se estende o Matterhorn, uma das montanhas mais famosas de todo o mundo. Desde o século XIX, a incrível montanha em forma de pirâmide quase perfeita tem sido o destino favorito dos amantes de esportes de gelo. O Matterhorn se tornou famoso assim que o alpinista inglês Edward Whymper e mais sete companheiros decidiram encarar uma perigosa subida até o topo. Durante a descida, quatro deles morreram. A tragédia, que completa 150 anos em 2015, colocou a montanha no mapa dos alpinistas e transformou a pequena vila de Zermatt em uma cidade focada em turismo.

Em 2015, diversos eventos vão celebrar o aniversário da tragédia, incluindo uma encenação teatral ao ar livre, que terá como cenário o próprio Matterhorn. Para quem se aventura a subir até o topo, assim como fez Whymper, a boa nova de 2015 é a inauguração do novo Hörnli Hut, um espaço localizado no sopé da montanha e dedicado aos alpinistas, que podem passar a noite por lá antes de darem início à aventura.

Quer mais dois motivos para visitar Zermatt? Embora tenha o alemão como principal língua, estima-se que 50% dos moradores da cidade falem Português – auxiliares de restaurantes, faxineiras e outros tipos de trabalhadores vieram de Portugal para suprir a demanda na cidade turística. O segundo motivo é que a beleza do Matterhorn pode estar com seus dias contados. Devido ao aquecimento global, cientistas afirmam que os glaciais da região podem diminuir em 90% até 2100. Então, se você quer ver toda a beleza de Zermatt com seus próprios olhos, é melhor correr.

zermatt1

zermatt2

zermatt3

zermatt4

zermatt5

Fotos © Zermatt Matterhorn

5. Valletta, Malta

Se estar na “valeta da vida” fosse assim, você jamais reclamaria. Piadas à parte, Valletta é a capital da belíssima ilha de Malta, localizada ao sul da Itália. A cidade, uma espécie de fortaleza medieval, é pequena e pode ser conhecida, a pé, em poucas horas. Mas é preciso mais para poder admirá-la por completo. Com uma arquitetura peculiar, com ares de Mediterrâneo, Valletta esbanja uma história única – localizada em um ponto estratégico, ao longo dos anos a ilha  de Malta já foi colonizada por persas, romanos, franceses, cavaleiros cristãos da Ordem de São João (isso explica a famosa Cruz de Malta) e ingleses, resultando em uma saborosa e rica mistura cultural.

A partir das ruelas estreitas e das construções, muitas das quais datam do século XVII, pode-se ver o mar, que banha a cidade, construída há 450 anos. Valletta é praticamente um museu a céu aberto, mas opções não faltam para quem quer conhecer mais de perto a fantástica história da capital maltesa. Museus incríveis e a catedral da cidade prometem uma viagem no tempo inesquecível.

O motivo para ir a Valletta em 2015? Na entrada da cidade, o arquiteto Renzo Piano contrapõe a arquitetura histórica de Malta com um robusto e moderno portão principal, um espaço para espetáculos a céu aberto e o novo edifício do Parlamento. Embora utilize o mesmo estilo de pedras empregado nas construções maltesas, a intervenção de Piano tem sido controversa e promete ser o assunto principal da pequena ilha em 2015.

valletta2

valletta3

Fotos © Renzo Piano

SONY DSC

SONY DSC

SONY DSC

Fotos © Bruna Rasmussen/Hypeness

6. Plovdiv, Bulgaria

Se você acha que Roma e Atenas têm história para contar, espere até conhecer Plovdiv, uma das mais antigas cidades da Europa, que data de 6.000 a.C – é sério! Além de trazer diversas construções romanas devido a um período de colonização, a cidade tem mais de 200 sítios arqueológicos. Some a isso belas construções do século XIX e toda a herança da Bulgária comunista. Pronto, você tem Plovdiv, uma mistura de tempo e culturas que resulta em uma das experiências mais ricas e belas que você pode ter na Europa.

O charme das ruas de pedra e das casas bem cuidadas divide espaço com a arte de rua. Em Plovdiv, diversos murais e graffites contrastam com a arquitetura histórica da cidade.

Plovdiv4

Plovdiv5

Fotos © Wikimedia Commons

Plovdiv2

Plovdiv3

Plovdiv1

Fotos © Bulgarian Travel

7. Salisbury, UK

A pequena e medieval Salisbury, no Reino Unido, não é mais uma simples parada para quem vai até o Stonehenge. A cidade, cuja construção data do século XIII, vai celebrar em 2015 o 800° aniversário da Magna Carta, que limitou o poder real e concedeu direitos aos cidadãos britânicos. O documento foi um marco na história do Reino Unido e serviu como base para a Lei e a justiça em todo o mundo.

É na Catedral de Salisbury que fica o original mais bem conservado da carta. Para celebrar essa data, óperas e tributos devem acontecer na cidade e até mesmo uma cerveja especial, cuja receita foi criada no século XIII, será produzida. Mas se engana quem pensa que Salisbury parou no tempo. Junto às construções antigas e ao pó histórico que cobre a cidade, Salisbury oferece opções excelentes para quem curte esportes radicais como pulos de asa delta e paraquedas. Além disso, a tradição dos pubs britânicos não muda muito por lá e assim que a noite cai, os bares lotam de locais e turistas em busca de uma boa cerveja para fechar o dia.

salisbury1

salisbury2

salisbury3

salisbury4

salisbury5

Fotos © Visit Wiltshire

8. Vienna, Áustria 

Passar por Berlim, Paris e evitar Viena, a capital da Áustria, é um erro que você não deve cometer na próxima vez que colocar os pés na Europa. Elegante, clássica e em um período intenso de renovação, Viena traz belezas históricas que podem ser vistas em sua arquitetura e no próprio planejamento da cidade.

O centro histórico, patrimônio mundial da UNESCO, traz toques góticos à herança neo-renascentista e forma o famoso Ringstrasse, uma avenida circular que circunda o distrito de Innere Stadt e é um dos principais pontos turísticos da cidade. O Palácio de Shönbrunn e seus jardins, bem como os vários museus dispostos pela cidade também encantam visitantes de todo o mundo. Clássica porém inovadora, Viena passa por um período de criatividade e renovação, em que prédios antigos têm ganhado novos propósitos: uma velha sauna agora é um divertido bar com piscina, enquanto que uma antiga fábrica de panificação foi transformada em uma grande galeria de arte.

Chegar até Viena vai ficar muito mais simples em 2015. Nesse ano será inaugurada a nova Hauptbahnhoff, a estação de trem da cidade, que receberá passageiros de todas as partes da Europa. É em 2015 também que a Universidade de Viena, por onde passaram mentes brilhantes como a de Sigmund Freud e de mais 15 ganhadores de Prêmios Nobel, completa 650 anos.

viena1

Foto © Hauptbahnhoff Wien

viena2

viena3

viena4

viena5

Fotos © About Vienna

9. Chennai, Índia

Até pouco tempo atrás, Chennai (antiga Madras) era considerada apenas um ponto de passagem entre cidades como Nova Delhi e Mumbai. Contudo, aos poucos, a cidade tem conquistado seu lugar no itinerário dos turistas. Diversos templos, institutos de cultura indiana, museus e construções da colonização britânica são banhados pelo belo mar da Baía de Bengal. As praias de Chennai são um atrativo extra para os turistas que visitam a Índia.

Em 2015, um grande centro de transporte integrado será inaugurado na cidade, facilitando o transporte entre as principais cidades indianas e tornando Chennai ainda mais convidativa.

chennai2

chennai4

chennai5

chennai3

chennai1

Fotos © Travel and Adventures

10. Toronto, Canadá

Se o Canadá é um país conhecido por sua pluralidade étnica, Toronto é o mundo concentrado em uma metrópole. Com ares de Nova York e um charme canadense, a cidade está em pleno crescimento e recebe em 2015 os Jogos Panamericanos.  O evento, que acontece entre os dias 10 e 26 de julho, deve concentrar na cidade centenas de atletas de todos os países das Américas.

Urbana e criativa, Toronto traz atrações turísticas incríveis como a CN Tower, uma torre de 550 metros de altura que conta com um assustador chão de vidro e um deck de observação. Museus e a preciosa paisagem que circunda a cidade (principalmente nos meses de outono) fazem de Toronto uma cidade que vale conhecer.

 toronto1

Foto © Oscar Strawczynski

toronto2

Fotos © Freaktography

toronto3

Fotos © Darren Shaw

toronto5

Fotos © Mariusz Kluzniak

toronto4

Fotos © Visit Toronto

[via Lonely Planet]

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
De trailer pelos EUA: brasileiros contam os perrengues da vida real na estrada