Inspiração

Mãe transforma o ato de brincar com o filho em profissão e registra tudo em um blog de histórias encantador

por: Vicente Carvalho

Desde pequena, Estéfi Machado vivenciou uma infância voltada – e incentivada – ao ato de brincar, e teve a oportunidade de estudar em uma escola que preza pelo trabalho artístico e manual (além da criatividade!). Ela cresceu, teve um filho, e continua fazendo tudo o que mais gostava quando era pequena – seu ofício é brincar.

Estéfi tem formação em design, mas “passeia” pelo universo da ilustração, craftaria, fotografia, cenografia e o que mais fizer seus olhos brilhar: “eu olho para as coisas e parece que elas me convidam: ‘oi, vamos ser uma outra coisa?’.

Sua trajetória profissional nunca foi linear (e quem disse que tem de ser?). Depois de alguns períodos atuando como webdesigner, foi para algo com que se identificava mais, que era um trabalho de design voltado para as pessoas, uma ONG que atuava com comunidades no entorno de grandes fábricas de papel na Bahia.

Mas tudo mudou quando Estéfi engravidou – por recomendação médica, ela não poderia mais ir para essa região, pois traria alguns riscos para a gestação.

amf-P1
Foto © Gleice Bueno

Veio então seu filho Teo e, mesmo amamentando, ela continuou fazendo seus freelas, mas quando o filho completou um ano, Estéfi resolveu que tinha que ter um trabalho fixo, pra proporcionar mais estabilidade ao menino e à sua vida. Ledo engano!

Mesmo estando nesse universo corporativo, nunca deixou de criar e inventar coisas divertidas com Teo, mas Estéfi sentiu que algo estava muito errado. Seu filho que ainda nem andava e precisava muito de sua presença, passava 12 horas em um berçário por dia! E com isso a necessidade de ter de se ausentar do trabalho para levá-lo no médico e tudo mais.

estefi4
Foto © Gleice Bueno

Ela então resolveu sair do emprego e voltar para os freelas e, junto com uma amiga, abriu um estúdio (que era em sua própria casa) e trabalhava sempre com Teo por perto, inclusive “ajudando” a pegar um papel, segurar um pincel, enfim, ele sempre envolvido em seu universo e a incentivando a inventar coisas.

Até que, por incentivo de seu marido, Estéfi resolveu abrir um blog contando essas experiências com o filho e mostrando as cisas que inventavam e faziam juntos. Desde o primeiro dia, seu blog já recebeu muito acessos de pessoas querendo fazer os brinquedos que ela fazia junto com o inseparável Teo. A descrição em seu blog diz muito sobre o seu projeto de vida: “Esse blog é fruto da vontade de dividir as belezas e cartas na manga de uma mãe autônoma tentando trabalhar, conviver e se deliciar com sua criatura mais amada no seu pé enquanto labuta. Espero que gostem. Eu adoro.”

unnamed (1)

unnamed (2)

_DSC4006

unnamed (3)

unnamed (4)

unnamed (5)

unnamed (7)

unnamed (9)

unnamed (10)

unnamed (11)

unnamed
Fotos © Estéfi Machado

Naturalmente, começaram a chegar grandes veículos querendo fazer matérias sobre seu trabalho e convidá-la para projetos com algumas marcas, como por exemplo fazer o cenário de um programa utilizando as mesmas técnicas e invenções que ela fazia em casa, e também convites para fazer ateliers com crianças e pais, ou ainda ensaios fotográficos editoriais, tudo no universo infantil.

amf-destaque-5
Foto © Gleice Bueno

“Enfim, a minha vida é na criançolândia. Estou sempre por aí, fazendo fotos, conteúdo, ilustração, cenografia e tudo foi sem planejar. Verdadeiramente sem planos. E acho que por isso dá certo. Porque não fui atrás de nada, fiz sem esforço algum. O engraçado é que nunca eu ganhei tanto como hoje em dia e também nunca fui tão feliz. O melhor de tudo é ainda poder estar junto do Teo. Ele está sempre comigo, faz parte do meu trabalho. Outro dia peguei ele falando pra um amigo: “minha mãe não trabalha, ela só brinca comigo.” Pode? Ele é meu sócio, minha mola propulsora. É minha inspiração, meu laboratório, tudo.” diz Estéfi ao site Amo Meu Fazer.

[via]

Publicidade


Vicente Carvalho
Em busca da terra do nunca.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Campanha quer tornar um diamante feito de cabelo e símbolo de luta no mais valioso do mundo