Inovação

O rei africano que mora na Alemanha e governa via Skype

por: Redacao_Hypeness

Patrocinado por:

Publicidade Anuncie

A tecnologia é realmente capaz de romper todas as barreiras e fronteiras do mundo. O rei Bansah, de nome Céphas Bansah, lidera um povo de Gbi, distrito de Gana, na África, simplesmente via computador, já que ele mora em Ludwigshafen, na Alemanha. Dono de uma oficina mecânica, ele se divide nas duas funções em seu dia a dia um tanto quanto peculiar.

Através de emails e do Skype, o rei se comunica com o povo da tribo para resolver conflitos, mediando entre os vivos e seus antepassados através de um poderoso trono colocado em sua sala. Periodicamente, Bansah visita seu reinado pessoalmente e leva consigo planos de infraestrutura que busca diretamente com o governo alemão, motivo esse que fez com que ele se mudasse para a Europa assim que conquistou a coroa, no início dos anos 90.

A tribo, parte do grupo étnico Ewe, convive através de ajuda mútua, preservando e administrando em conjunto itens como terra e água. As famílias vivem juntas em casas de barro simples, onde homens e mulheres praticam a poligamia. Elas são incentivadas a trabalhar para que sejam independentes do marido, enquanto eles são todos trabalhadores comuns que sustentam a comunidade.

E quem pensa que rei só tem vida boa, existem desafios bem chatos com a fama da profissão. Bansah se tornou alvo fácil na Alemanha por ser um cidadão comum e já teve sua casa assaltada, quando, impiedosamente, levaram embora joias e coroas que foram de seus avós. Não está fácil pra ninguém.

Bansah_01

Foto: marco schoeler

Cephas_Bansah_01

Cephas_Bansah_03

Cephas_Bansah_07

Foto: kurier

KONICA MINOLTA DIGITAL CAMERA

Cephas_Bansah_06

Cephas_Bansah_04

*Dica de Felipe Pacheco

Publicidade Anuncie


Redacao_Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.


X
Próxima notícia Hypeness:
Google cria programa de estágio focado em jovens negros brasileiros