Viagem

As 10 das melhores baladas da Europa escolhidas por DJ’s

por: Redação Hypeness

Você já sabe quais são as 8 melhores cidades da Europa para quem curte agito, festas incríveis e música de qualidade  – se ainda não sabe, clique aqui . Mas quais são as baladas mais sensacionais por lá? Um grupo de DJs, produtores musicais e promoters, entrevistados pelo The Guardian, deu sua opinião e nós trazemos para você 10 baladas europeias que são imperdíveis, segundo esses especialistas em música e diversão.

Confira:

1. The Villa – Oslo, Noruega 

No centro de Oslo, na Noruega, o The Villa é o porão mais frenético da cidade. Com ares de clube secreto e com direito a entrada pela porta lateral, a boate reúne alguns dos melhores DJs da Europa para comandar o som de techno e electro que embala a pista. A casa, aberta em 2007, tem capacidade para cerca de 600 pessoas e costuma ficar lotada. O teto baixo ajuda a criar uma atmosfera underground e intensa. Se a intenção é curtir uma noite sem frescuras e aproveitar a música ao máximo, esse é o lugar.

the-villa1

the-villa2

the-villa3

Fotos © The Villa

2. Berghain Panorama Bar – Berlim, Alemanha

Se o Berghain é considerado uma das melhores baladas do mundo, entrar nele não é das tarefas mais fáceis. O segurança que permite a entrada é conhecido por suas regras peculiares, barrando a entrada de centenas de pessoas todas as noites. Criada em uma antiga central de energia nuclear, a balada conserva seu ar industrial e garante música eletrônica de qualidade em festas que costumam ir de sexta à noite a segunda de manhã – você aguentaria? Saiba mais sobre o Berghain aqui.

berghain-interna

Foto © Stefan Hoederath

berghain4

berghain1

Fotos via Travelioo

3. Auslage – Viena, Áustria

No Auslage Club, em Viena, não tem frescura: o preço é justo, os drinks são bons e o foco é a música. Com capacidade para não mais que 300 pessoas, o clube consegue manter a pista lotada ao escolher a dedo os DJ’s que comandam a festa. A especialidade da casa é o house e o techno alternativo, que tocam em dois ambientes separados. Eis uma balada para se jogar na pista e curtir música de qualidade.

auslage1

auslage2

auslage3

Fotos © Auslage

4. Air – Amsterdã, Holanda

Amsterdã é uma das melhores cidades do mundo para que curte baladas. E se você não quer errar na hora de escolher o local para a festa, a Air é a melhor pedida. O clube passou por reformas recentes e tem a decoração assinada pelo famosos arquiteto holandês Marcel Wanders. O visual é um dos grandes apelos da casa, que comporta cerca de 1.300 pessoas em diversos ambientes diferentes. A música, contudo, não fica muito atrás: os renomados DJs que tocam na Air se aproveitam do moderno sistema Void Acoustics instalado, que garante uma qualidade incrível de som.

air1

air2

air3

Fotos © Air

5. YoYo – Paris, França

Já pensou em curtir uma balada dentro de um museu? O YoYo é o novo espaço criado o porão do Palais de Tokyo, um museu de arte contemporânea de Paris, na França. Onde ficava um antigo cinema agora é um ambiente descolado que recebe desde coquetéis e shows a apresentações de renomados DJs. Embora a arquitetura do local seja no estilo “art déco”, as paredes trazem graffitis e diversas peças de arte de rua.

yoyo1

yoyo2

yoyo3

Fotos © Yoyo

6. DC10 – Ibiza, Espanha

Desde 1999, é a festa Circo Loco que faz a fama do DC10, um clube localizado em um antigo hangar, no fim da pista do aeroporto em Ibiza. A céu aberto, centenas de pessoas se aglomeram para curtir o melhor do underground techno e aproveitar o sol e as good vibes de uma das ilhas mais agitadas do mundo. A festa acontece sempre às segundas-feiras à tarde, mas a casa disponibiliza ainda outras atrações, como a festa Paradise, que acontece às quartas-feiras e conta com alguns dos principais DJs do mundo.

dc101

dc102

dc103

Fotos © DC10

7. Elrow – Barcelona, Espanha

Uma balada que existe em Ibiza, Madrid e Barcelona sabe o que está fazendo. E pode ter certeza que o pessoal da Elrow é especialistaeem fazer uma boa festa. Por lá a balada emenda o dia e a noite e boa música não para! O público leva a festa a sério e capricha em acessórios, confetes e fantasias. House e techno embalam a pista, que possui um teto retrátil, garantindo a festa faça chuva ou faça sol.

elrow1

elrow2

elrow3

Fotos © Elrow

8. Goa Club – Roma, Itália

Festa estranha com gente esquisita. No Goa Club, o padrão é ser diferente e a boa música techno promete colocar todo mundo para dançar até o amanhecer. A decoração do clube é algo que merece ser mencionado: objetos pendurados e estranhos quadros deixam o ambiente parecido com seus frequentadores. A regra é: vá como quiser, desde que a música faça você dançar até dizer chega. A diversão é garantida.

goa1

Foto © Livin Cool

goa2

Foto © Europe Greatest

goa3

Foto © Goa Club

9. Lux – Lisboa, Portugal

A Lux é considerada a melhor balada de Lisboa. A decoração, que muda com frequência, é baseada em peças de arte e instalações feitas por artistas locais. As luzes também mudam e as festas têm efeitos diferentes, o que torna a pista ainda mais incrível. Os DJs que se apresentam na casa contam com a vantagem de um sistema de som excelente e os temas das festas, embora sempre ao som de música eletrônica, são variados.

lux1

lux2

lux3

Fotos © Lux

10. Barbarellas Discoteque – Tisno, Croácia

A Croácia é um paraíso banhado pelo mar Adriático. Agora, imagine poder festar até o dia amanhecer tendo como plano de fundo um lugar assim? No Barbarellas Discoteque é isso que acontece. Em um espaço aberto, centenas de pessoas dançam sob a luz das estrelas e celebram o nascer do sol com muita energia, ao som da mais fina música techno. Trata-se de uma ótima forma de curtir a noite croata.

barbarella1

barbarella2

barbarella3

Fotos via Barbarellas

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
A paciência e a solidariedade do 1º turista a visitar Machu Picchu desde março; totalmente sozinho