Inspiração

Garota vítima de bullying publica seu diário de adolescente em iniciativa emocionante

por: Redação Hypeness

É durante a adolescência que um turbilhão de experimentações e descobertas acontece. Na difícil transição da infância para a vida adulta, os adolescentes encaram situações complicadas, como o primeiro amor, a primeira relação sexual e as preferências e personalidades que se acentuam. É aí que meninos buscam a auto afirmação, meninas começam a se preocupar com padrões de beleza e, para quem não entra na dança, o bullying acontece.

Embora alguns encarem piadas e brincadeiras de forma sadia, outras pessoas se sentem extremamente desconfortáveis ao serem alvo de apelidos e trotes, provocando consequências extremas, como quadros de depressão e até mesmo o suicídio. A norte-americana Emily Lindin lembra-se muito bem de quando, aos 11 anos, foi eleita “a vadia da escola”. Sem motivos para isso, alguns garotos lhe deram esse apelido e a má fama foi difícil de ser digerida.

Após graduar-se na escola, Emily se mudou de estado, fez faculdade e seguiu sua vida, sem deixar que essa péssima memória a atrapalhasse. Contudo, em 2012, ao se deparar com notícias sobre garotas que tiraram as próprias vidas devido ao bullying, ela decidiu usar sua história como forma de encorajar outras pessoas.

No projeto UnSlut (algo como “Desvadia”, em português), Emily decidiu postar textos que haviam sido escritos no diário de quando tinha entre 11 e 14 anos. Os relatos contam em detalhe situações e cenas em que a garota se sentia envergonhada e com medo, sem coragem de pedir ajuda a seus pais ou a professores da escola. No texto, ela adicionou comentários sobre como ela enxerga a situação hoje e dá dicas para garotas que sofrem com esse tipo de bullying.

schoolgirl emily lindin

Emily, aos 14 anos.

Mais vez, Steph fez uma ‘votação’ no nosso ônibus, pedindo que os outros alunos levantassem a mão se eles achassem que eu era uma vadia. Todos levantaram – ou pelo menos foi o que me pareceu – e eu fiquei olhando a calçada através da janela do ônibus, só esperando chegar em casa para chorar“, relata ela em uma das passagens.

O inspirador projeto chamou a atenção de centenas de outras garotas que passaram por momentos semelhantes e que também queriam contar suas histórias. O UnSlut cresceu e agora Emily lançou um crowdfunding para finalizar um documentário que está preparando sobre o tema. Assista ao trailer:

emily-lindin3

emily-lindin4

emily-lindin5

emily-lindin6

emily-lindin6

Todas as fotos © Emily Lindin

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Ela criou um rótulo de vinho inspirado na vitória contra o câncer