Viagem

Paulistano viaja pelo mundo com menos de um salário mínimo por mês

por: Redação Hypeness

Sabe aquela inquietude que você guarda lá dentro do peito e da consciência? Por que não transformá-la em uma viagem inesquecível? Foi o que fez o  fotógrafo paulistano Felipe Vazami, de 26 anos, que largou um bom emprego na área de marketing para realizar o sonho de viajar pela América Latina.Sabe aquela inquietude que você tem? Por que não transforma-la em uma viagem inesquecível? Foi o que fez o paulistano Felipe Vazami, de 26 anos, que largou um bom emprego na área de marketing para realizar o sonho de viajar pela América Latina.

Entre 2012 e 2013, após um intercâmbio para Madri, começou a planejar sua jornada e assim investiu no projeto Redescobrir. Mas a aventura seria feita com baixo custo, que começou com a descoberta do couchsurfing, página de hospedagem solidária. Com 20 reais por dia, algumas caronas e trabalho em troca de outros favores relacionados a viagem, conseguiu encontrar um novo estilo de vida que custava menos do que um salário mínimo.

página de hospedagem solidária couchsurfing, e já tinha feito algumas locomoções entre pequenos trajetos através de carona, decidiu então usar esses duas ferramentas para fazer uma viagem de baixo custo, e percebeu que com 20 reais por dia, menos de um salário mínimo por mês, poderia realizar essa viagem que sempre desejou.

A viagem estava planejada para começar em março de 2014, mas recebeu um convite para participar de um projeto social realizado por estudantes de medicina, de assistência à saúde dos povos indigênas do Mato Grosso, o PAAPI, e decidiu começar sua viagem por lá mesmo.

Não havia um roteiro específico, ele sabia que queria chegar ao México, e se deu como prazo um ano para realizar o trajeto. Nesse caminho ele passou por diversas aventuras que nunca havia imaginado que aconteceriam.

Enquanto estava no Acre, devido às fortes chuvas da temporada do verão, ficou sem locomoção, passou semanas em Rio Branco sem poder continuar sua viagem, e acabou pegando carona para Porto Velho em um avião da FAB que levava alimentos, remédios e combustível para a região.

Outros fatos curiosos, foi quando o viajante provou pela primeira vez carne de macaco, convidado por um ribeirinho do rio Amazonas, e quando trocou seu trabalho de fotografia, pelo serviço de cruzar da Colômbia ao Panamá pelo mar do caribe em um veleiro.
A viagem que inicialmente terminaria em janeiro de desse ano, e no México, agora não tem mais data para acabar e nem limites geográficos, o fotógrafo se encontra agora na Bélgica e já tem planos e conhecer os continentes da África e Ásia.

Para que as pessoas pudessem acompanhar suas aventuras, o rapaz criou o blogRedescobrir e uma página no Facebook.

O paulistano Felipe Monteiro Vazami, 26 anos, sempre teve uma vida confortável em termos materiais, mas ainda assim algo o inquietava, ou talvez a ausência de algo.

Vazami tinha um bom emprego no área de Marketing de uma grande exportadora do setor alimentício e decidiu largar tudo para viver um sonho: viajar pela America Latina e fotografar o estilo de vida em seus diferentes países, e redescobrir as pequenas grandezas do caminho.

A idéia surgiu no final de 2012 quando Vazami retornou de uma experiência de intercâmbio em Madri, e se deu conta que não tinha vontade de voltar para aquela rotina massante de cidade grande que tinha em São Paulo, acordar cedo, ficar horas no transito, trabalhar e voltar já sem energias para realizar seus projetos pessoais.

Começou então a planejar sua partida, e montando seu orçamento percebeu que se suas exigências de conforto fossem muito altas, acabariam passando muitos anos só para juntar o montante necessário para realizar a viagem que sempre sonhou e junto com esses anos sua juventude e energia.

Foi ai que surgiu a ideia, ele já conhecia a

Entre 2012 e 2013, após um intercâmbio em Madri, Felipe começou a planejar sua jornada e assim investiu no projeto Redescobrir. Mas a aventura seria feita com baixo custo, que começou com a descoberta do couchsurfing, plataforma mundial de hospedagem gratuita. Com 20 reais por dia, algumas caronas e trabalho em troca de outras ajudas relacionadas a viagem, conseguiu encontrar um novo estilo de vida que custava menos do que um salário mínimo por mês. Muitas vezes, ele consegue alimentos e refeições pelo caminho, com a solidariedade alheia, além de ter uma parceria com uma empresa de seguros para câmeras fotográficas, que paga por publieditoriais em sua página.

Após o convite para participar do projeto social PAAPI, que dá assistência média aos povos indígenas do Mato Grosso, ele deu início a sua viagem em março de 2014, sem roteiro definido, mas com a vontade de chegar ao México. No meio do percurso, enfrentou fortes chuvas no Acre, pegou carona com avião da FAB, comeu carne de macaco no Amazonas, cruzou da Colômbia ao Panamá a bordo de um veleiro em pleno mar caribenho, e alcançou o território mexicano em janeiro deste ano. Assim, descobriu que não quer mais parar de viajar.

Atualmente, o paulistano está na Bélgica e pretende seguir para África e Ásia, explorando os dois continentes e acumulando novas histórias que vão mudar sua vida para sempre, provando que a vida realmente se transforma quando saímos da nossa zona de conforto.

vazami12

vazami11

vazami10

vazami9

vazami8

vazami7

vazami6

vazami5

vazami4

vazami3

vazami2

vazami

Todas as fotos © Felipe Vazami

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Examinadores encontram mão com aliança de turista desaparecido em barriga de tubarão