Pessoas que você precisa conhecer

Pessoas que você precisa conhecer #4: Musarrat Misbah

por: Redação Hypeness

Publicidade Anuncie

Enquanto uma mulher faz a unha, a cabeleireira seca um cabelo, ao mesmo tempo em que ri e conta fofocas sobre celebridades locais. Entre revistas, conversas e produtos de beleza, este salão localizado em Lahore, no Paquistão, seria como qualquer outro, se não fosse por um detalhe: Saira, que faz o cabelo, só tem um olho e precisou de 19 cirurgias plásticas para reconstruir sua face, que foi queimada, e Urooj, responsável por fazer as unhas, teve 70% do corpo queimado.

Todos os anos, mais de 100 mulheres paquistanesas têm seu rosto e corpos queimados por ácido ou querosene. A cruel ação geralmente é executada por maridos ou familiares e os motivos vão fazer você repensar toda a lógica da humanidade. Saira foi queimada com ácido sulfúrico pelo marido, que a queria fora da casa de seus pais. Já Urooj descontentou o esposo ao dar à luz uma menina em vez de um garoto. Por medo, dezenas de outras vítimas de queimadura proposital se escondem atrás de burcas, no Paquistão, e deixam que o crime passe batido. A situação dessas mulheres, até pouco tempo atrás, era desconhecida e o silêncio era a única opção.

Em 2003 uma garota de burca bateu à porta do salão de Musarrat Misbah, famosa maquiadora paquistanesa e, assim que tirou o véu, revelou um rosto inteiramente deformado. Entre lágrimas, pediu se Musarrat podia ajudá-la. “O que eu vi aquele dia é uma imagem que ainda não sai da minha cabeça – o nariz dessa moça já não existia mais, um de seus olhos estava faltando e a estrutura facial inteira estava arruinada. Eu fui pra casa e simplesmente chorei por dias“, contou a maquiadora. Para ajuda a moça, Musarrat reuniu amigos, familiares e médicos e bancou todas as cirurgias necessárias para ao menos tentar reconstruir sua face.

musarrat-misbah18
Foto © Adrian Fisk

O que era um nobre ato de solidariedade não parou por aí e Musarrat recorreu a colegas na mídia para expor esse tipo de crime. O resultado foi imediato e em dois dias, mais de 40 mulheres em situação semelhante bateram à sua porta. Vítimas de queimadura proposital, essas mulheres tinham rostos e corpos deformados e viviam em um verdadeiro inferno particular. Os motivos das queimaduras vão desde rejeição a um pedido de casamento à impossibilidade de pagar um dote. “Os agressores são motivados por razões tão pequenas, às vezes por razão nenhuma, e você pensa ‘esse é o mundo em que eu quero viver?“, disse Musarrat.

A impressionante quantidade de vítimas que buscou a maquiadora e a gravidade da situação, que não tem nenhum respaldo legal no Paquistão, incentivou Musarrat a criar a Depilex Smileagain Foundation, uma organização não-governamental e sem fins lucrativos que alimenta na mídia o debate sobre a agressão contra mulheres, auxilia as vítimas de queimadura a passarem por cirurgias reparatórias e, talvez o mais relevante, dá treinamento e apoio psicológico para que essas mulheres entrem no mercado de trabalho e garantam sua independência e autoestima – muitas das vítimas hoje trabalham nos salões de Musarrat, que já somam mais de 35 unidades pelo país.

A organização possui hoje mais de 560 pacientes e cada uma delas precisa de, em média, 35 operações cirúrgicas para recuperar parcialmente seus rostos. Os salões funcionam como abrigo para as vítimas que se recuperam das cirurgias e como garantia de independência e força para aquelas mulheres que já se recuperaram.

musarrat-misbah1

Publicidade

musarrat-misbah2

musarrat-misbah3

Fotos © DW

musarrat-misbah13

musarrat-misbah17

musarrat-misbah19

musarrat-misbah44

musarrat-misbah155

Fotos © Adrian Fisk

musarrat-misbah10

musarrat-misbah11

musarrat-misbah12

Fotos © Youlin Magazine

Publicidade Anuncie


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.


X
Próxima notícia Hypeness:
Hospital cria batas imitando camisas de times para crianças se sentirem melhor