Inovação

Colete inovador promete queimar até 500 calorias por dia sem qualquer esforço

por: Bruna Rasmussen

Para perder peso, não há segredo: fechar a boca e fazer exercícios físicos. Mas um cientista da Nasa quer mudar isso e afirma que é possível queimar até 500 calorias por dia fazendo absolutamente nada, sentado no conforto da sua cadeira. O truque está em um colete de gelo que, pressionado às costas e aos ombros, força o corpo a se reaquecer, gastando energia.

Criado pelo Dr. Wayne B. Hayes, o Cold Shoulder proporciona um frio ameno ao corpo e não chega a ser desconfortável. Feita para caber no freezer, a peça deve ser usada duas vezes ao dia por algumas horas. “O objetivo do Cold Shoulder é forçar você a queimar calorias em um momento em que você não queimaria: sentado, relaxando, em um lugar confortável em temperatura ambiente. Cientistas passaram décadas estudando como a exposição amena ao frio pode aumentar a queima de calorias e as evidências têm se acumulado“, explicou ao jornal britânico Telegraph.

Apesar de promissora, a invenção não pode ser encarada como milagre. O cientista recomenda o uso do colete como um extra à dieta e aos exercícios físicos e deixa claro que nada substitui uma alimentação balanceada. “Se você já está se alimentando bem e fazendo exercícios físicos moderados e quer acelerar o processo de queima calórica enquanto em repouso, não há maneira mais simples, fácil ou mais eficiente que usar nosso colete“, afirma.

O projeto foi financiado coletivamente no Kickstarter e conseguiu arrecadar mais que quatro vezes o valor solicitado. Dá uma olhada:

cold-shoulder

cold-shoulder2

cold-shoulder3

cold-shoulder4

Todas as fotos © Cold Shoulder

Publicidade


Bruna Rasmussen
Bruna escreve para a internet desde 2008 e tem paixão por consumir informação e descobrir coisas. Adora gatos, inovação e é curitibana – fala “duas vinas”, mas dá “bom dia” no elevador.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Projeto ‘Litro de Luz Brasil’ já levou luz a 13 mil brasileiros usando PVC e garrafas PET