Inovação

Espaço onde ficava incinerador de lixo em SP se transforma em área verde com programação cultural intensa

por: Daniel Boa Nova

Patrocinado por:

Publicidade Anuncie

Há pouco mais de 20 anos, quem descia a Rua Sumidouro em direção à Marginal Pinheiros se via obrigado a passar por uma chaminé que despejava fumaça e pequenas partículas de lixo no ar. Era o resultado de cerca de 200 toneladas de dejetos sendo queimadas diariamente no incinerador do bairro.

Hoje, no lugar onde ficavam a chaminé e as fornalhas está a Praça Victor Civita, um exemplo real de como o poder público e o privado podem se unir para tornar o espaço urbano mais humano. A área foi descontaminada e o prédio antigo recuperado, recebendo jardins suspensos e um agradável deck de madeira. Estavam criadas as condições para que os agitadores culturais promovessem atividades da mais diversas vertentes no local.

Desde o final de 2008, quando a praça foi finalmente inaugurada, inúmeros eventos organizados por grupos e coletivos variados vêm preenchendo o espaço com atividades artísticas, esportivas e de educação. O palco construído no deck já recebeu apresentações musicais gratuitas de Otto, Criolo, Nando Reis, do maestro João Carlos Martins e outros. No último mês de março, aconteceu por ali o 1o Festival da Consciência, com uma programação que incluiu palestra sobre física quântica, prática de ioga e DJ sets no fim da tarde.

E o lugar ainda conta com bicicletário, equipamentos para ginástica, um bosque e uma horta orgânica, cujos alimentos costumam ser destinados para entidades beneficentes. Acompanhe a página da praça para saber de tudo que acontece por ali.

praca06

praca05

praca04

praca09

praca07

praca08

praca11

praca12

praca13

praca14

praca15

praca01

praca02

praca16

praca17

Fotos destaque e 01 a 14 via; Imagem 15 via

*Esse post é um oferecimento de “Absolut Vodka 

Publicidade Anuncie


Daniel Boa Nova
Redator / Roteirista / Produtor de conteúdo


X
Próxima notícia Hypeness:
Itaipu E-400: o primeiro carro elétrico brasileiro lançado pela Gurgel nos anos 1980