Inspiração

Documentário retrata o dia em que uma mulher surfou pela primeira vez no Irã

por: Redação Hypeness

Apesar das diferenças culturais, o Brasil e o Irã parecem estar ganhando algumas coisas em comum: e o gosto pelo surfe pode ser a principal delas. Pois é, agora as mulheres do país estão começando a dar as caras no esporte, ainda pouco explorado por lá. E essa história começa com um empurrãozinho da cineasta francesa Marion Poizeau e da surfista irlandesa Easkey Britton, que decidiram romper as barreiras do país, ao surfar pela primeira vez nesse país do Oriente Médio.

O esporte foi praticado na região de Baluchistan, a mais pobre do Irã, mas também a única que oferece águas aptas para o surfe. Mas o mais interessante é ver a reação das pessoas ao perceber que quem está sobre a prancha é, na verdade, uma mulher. Ao contrário do que se possa imaginar, a maioria delas recebeu a ideia muito bem.

O sucesso da empreitada foi tanto que, após a divulgação do vídeo, duas iranianas decidiram se juntar à ideia, criando o primeiro clube de surfe do Irã, chamado de Waves of Freedom (“Ondas de Liberdade”, em português): o clube é constituído pela snowboarder Mona Seraji e pela mergulhadora Shalha Yasini. A história acabou virando um documentário, chamado de Into The Sea – e você pode conferir o trailer no fim do texto.

Abaixo o vídeo que mostra a primeira vez que Easkey Britton surfou por lá:

Iran Surfing-First Part from  on Vimeo

surfe4

surfe3

surfe5

surfe1

surfe2

surfe6

surfe7

Todas as imagens via

Abaixo o trailer de “Into the Sea”:

Trailer INTO THE SEA from  on Vimeo

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Vizinho do Bem: app cria rede colaborativa para ajudar idosos em quarentena