Viagem

O casal homoafetivo que precisou viver como pai e filho por 15 anos até poder se casar legalmente

por: Redação Hypeness

Publicidade Anuncie

Já pensou se você precisasse se esconder, mentir e viver uma vida que não é a sua para poder ser feliz? Por 15 anos, os norte-americanos Norman MacArthur, 74, e Bill Novak, 76, precisaram viver como pai e filho adotado enquanto, na verdade, são um casal homoafetivo.

Os dois estão juntos desde que tinham 20 anos de idade e, em 1994, acharam que seus problemas estariam resolvidos ao assinar uma declaração de relação estável no estado de Nova York. Contudo, ao se mudarem para a Pensilvânia, descobriram que a relação homoafetiva não era reconhecida pela lei.

A fim de terem direitos básicos, como visitarem um ao outro no hospital, caso fosse necessário, a única solução era que um adotasse o outro como filho. “Me pareceu bem estranho, mas nós pesquisamos e descobrimos que outros casais também faziam isso. [Sem a adoção] nós seríamos, legalmente, completos estranhos“, afirmou MacArthur ao Yahoo Parenting.

A adoção, que aconteceu no ano 2000, só foi revogada recentemente, quando o casal conseguiu, finalmente, se casar oficialmente.

homoafetivo-idosos

homoafetivo-idosos2

homoafetivo-idosos3

homoafetivo-idosos4

Norman MacArthur, Bill Novak

Fotos © Matt Slocum/AP Photo

Publicidade Anuncie


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Comprar presentes de Dia dos Namorados pode se transformar em uma viagem pra Nova York