Inspiração

Como esta mulher está usando o yoga para lutar contra o preconceito

por: Redacao_Hypeness

Publicidade Anuncie

Quando se fala em yoga, o recheio do imaginário social ocidental, na maioria das vezes, é composto de pessoas brancas e magras fazendo posições que, a leigos, parecem ser bem complicadas. Mas o que acontece quando uma pessoa negra e obesa se propõe a aprender e a praticar yoga?

A norte-americana Jessamyn Stanley experimentou o yoga há cerca de 4 anos e, desde então, tem compartilhado em seu Instagram algumas posições que pratica. Aos 27 anos, ela é obesa, mas o excesso de peso e o preconceito não a impediram de treinar duro e ser uma instrutora de yoga certificada, que agora dá aulas para iniciantes. “Nós vivemos em uma sociedade que é treinada para pensar que ter sobrepeso é errado, então as pessoas vão olhar para você. Elas vão pensar sobre o que você deveria ou não fazer. E a única coisa que você pode controlar é a sua reação a isso“, disse ela em entrevista à NYMag.

Segundo Jessamyn, o preconceito é tão evidente que, em uma aula que deu em um parque, ela pode rir da reversão de expectativa causada. “Eu posso ver em seus olhos que elas estão pensando algo como ‘ah, droga, essa mulher não manja das coisas’… e ao final elas estão suando e pensando diferente“, conta.

Se você precisa de uma prova que não é preciso ter o corpo perfeito para praticar yoga, aí está Jessamyn:

yoga-gordofobia

yoga-gordofobia2

yoga-gordofobia3

Publicidade

yoga-gordofobia4

yoga-gordofobia6

yoga-gordofobia7

yoga-gordofobia8

yoga-gordofobia9

yoga-gordofobia10

yoga-gordofobia11

yoga-gordofobia12

yoga-gordofobia13

yoga-gordofobia14

Todas as fotos © Jessamyn Stanley

Publicidade Anuncie


Redacao_Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.


X
Próxima notícia Hypeness:
Cobrador poliglota vira assessor de relações internacionais do Rio de janeiro