Sustentabilidade

Prefeitura de SP proíbe produção e comercialização de foie gras na cidade

Mari Dutra - 26/06/2015

Com preços que podem chegar facilmente a R$ 400 por quilo, o foie gras é ainda uma iguaria rara pelo mundo, encontrada apenas em restaurantes gourmet. E, se depender da prefeitura de São Paulo, ele deve ser cada vez mais raro por aqui. Isso porque o prefeito da cidade, Fernando Haddad, sancionou ontem uma lei que proíbe a produção e comercialização do foie gras na capital paulista.

A lei busca proteger os animais da prática que resulta na iguaria, chamada de gavagem. Em bom português, se trata da alimentação forçada de gansos ou patos para fazer com que seu fígado tenha mais gordura do que o normal. O projeto também veta a comercialização de artigos feitos com pele de animais que tenham sido criados exclusivamente para extração do couro.

foie1

Foto: Prefeitura de São Paulo/Reprodução Facebook

A decisão não afeta a venda de produtos em couro como um todo, já que ainda será possível comprar artigos produzidos com a pele de animais criados para pecuária, por exemplo. Ou seja, nada muda para o consumidor, a não ser a certeza de que os produtos consumidos serão oriundos de uma relação com mais respeito aos animais.

A nova legislação deverá entrar em vigor em 45 dias e não irá afetar o consumo ou uso de produtos que já tenham sido adquiridos ou que sejam comprados fora da cidade.

Foto: Divulgação.

Publicidade


Mari Dutra
Criadora do Quase Nômade, contadora de histórias, minimalista e confusa por natureza, com os dois pés (e um pet) no mundo. Chega mais perto no Instagram.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.