Inspiração

Artistas usam criatividade para protestar contra pregos “anti-moradores de rua” em Londres

por: Redação Hypeness

Em diversas cidades do mundo, foi tomada uma solução “brilhante” para acabar com os moradores de rua: o uso de pregos na calçada abaixo de marquises e em portas de loja, onde essas pessoas costumam se alojar durante a noite. A medida, que é contestada por muitos, é comum também em Londres e a fim de protestar contra ela, um grupo de artistas usou a criatividade para transformar os hostis pregos em um confortável espaço de descanso.

Os artistas, que se intitulam “Anti Anti-Homeless Spikes” (Anti pregos anti-moradores de rua, em tradução livre), usaram um colchão para neutralizar o efeito pontiagudo dos pregos e instalaram ainda uma minibiblioteca com títulos sobre arquitetura, planejamento urbano, o fenômeno da gentrificação e pobreza. O local escolhido para instalação, chamada de “Space, Not Spikes” (Espaço, não pregos, em tradução livre) foi a Curtain Road, uma região previamente povoada por uma comunidade artística de baixa renda. “É dito para nós onde nós podemos andar, onde nós podemos sentar, onde nós somos bem-vindos, mas só se gastarmos dinheiro“, afirmam os artistas, que defendem os moradores de rua prejudicados pelos pregos.

Veja como foi a ação:

prego-moradores-rua

prego-moradores-rua2

prego-moradores-rua4

“Fique à vontade para ler estes livros e deixe-os aqui para que outras pessoas também possam fazê-lo. Obrigado”

prego-moradores-rua5

prego-moradores-rua6

prego-moradores-rua7

prego-moradores-rua8

prego-moradores-rua10

Todas as fotos © Anti Anti-Homeless Spikes

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Motorista de Uber vai virar tenor de Ópera após ajuda de passageira