Inovação

Em Curitiba, projeto permite a adoção comunitária de cães de rua

por: Redação Hypeness

Em casa, cada família tem o seu animal de estimação e sabe bem quando o espaço e orçamento comportam um pet novo. Mas isso não as impede de dar comida, água, brincar e ficar de olho nos cães que moram na vizinhança. Ora, quem nunca cuidou de um animal de rua mesmo que não pudesse levá-lo para casa?

Foi ao observar a quantidade de cães que moram nos 22 terminais de ônibus de Curitiba (PR) e a tendência dos moradores a cuidarem deles que a prefeitura da cidade criou um projeto para facilitar a adoção comunitária desses animais, chamado de Cães Comunitários.

Desde 2013, cães que moram nos terminais recebem atendimento veterinário, são castrados, vacinados e identificados com microchips. Feito isso, os moradores que provêm alimento, água e cuidado são convidados a assinar um termo de adoção comunitária, garantindo uma certa responsabilidade sobre o animal. Desde então, mais de 120 mantenedores e 160 animais já foram cadastrados e cerca de 25% deles acabaram sendo adotados por famílias em um lar definitivo. O projeto, realizado pela Rede de Proteção Animal da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, torna a adoção desses animais mais atraente, já que o cão recebe todo o atendimento necessário antes de voltar às ruas.

Hoje, além de atender a cães em terminais, o projeto se estendeu às demais ruas da cidade, facilitando também a adoção de animais de rua por empresas.

caes-comunitarios12

Foto © Sheila Schirmer

caes-comunitarios

caes-comunitarios2

caes-comunitarios3

caes-comunitarios5

caes-comunitarios6

caes-comunitarios7

caes-comunitarios8

caes-comunitarios9

caes-comunitarios10

caes-comunitarios11

Fotos © SMCS

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Robô trans que conversa com jovens sobre gênero e sexualidade é criada pela UFMG