Inspiração

Homem conta o que aprendeu depois de ficar um ano sem sexo (por uma boa causa!)

por: Redação Hypeness

Quando tinha 33 anos, o irlandês Peter Lynagh vivia a vida dos sonhos de qualquer homem solteiro: instrutor de boxe durante o dia e DJ à noite, o rapaz fazia sucesso entre as mulheres e chegava a ter mais de 20 parceiras sexuais por ano. Mas enquanto que essa vida pode ser desejada por muitos, Lynagh garante que ela enjoa.

Cansado das festas, bebidas e pegação, ele fez uma aposta com seu colega de apartamento: passaria 365 dias sem sexo. O amigo obviamente não botou fé na promessa e disse que lhe daria US$ 2 mil se a cumprisse. Lynagh não só conseguiu ficar um ano sem sexo, como arrecadou mais de US$ 50 mil para a caridade e afirma ter transformado a sua vida.

Eu me sentia vazio por dentro. Eu não gostava de mim. Eu me sentia bem quando era desejado por várias garotas. Não é algo bom. É patético, é triste perceber isso. Era tudo por causa de ego. Quantos pegadores não estão por aí fazendo o mesmo porque se sentem vazios?”, disse ele ao Sydney Morning Herald.

pete-lynagh

Foto © Pat Scala

Em janeiro de 2013, Lynagh deu início à sua jornada pela castidade. Logo nos primeiros meses, caiu em tentação por uma garota e, se não fosse pela ajuda de amigos, teria perdido a aposta. Na brincadeira, beijos e masturbação eram permitidos, mas não demorou para que o rapaz percebesse que era melhor manter a castidade total. Segundo ele, deixar o sexo de lado permitiu que ele canalizasse suas energias em outras atividades, como os exercícios físicos e o trabalho. “Eu também comecei a ver as mulheres de forma diferente. Era como se eu estivesse vendo-as por meio de outros olhos. Eu costumava ser muito raso, com foco apenas na aparência e em corpos, mas agora eu realmente queria saber quem eram e o que elas pensavam”, afirmou.

Lynagh criou uma página no Facebook para divulgar o projeto, chamado “Pete’s Chastity for Charity” (Castidade do Pete pela Caridade, em tradução livre) e a partir disso conseguiu arrecadar fundos para ajudar a Free to Shine, uma organização australiana que ajuda a salvar meninas que foram vendidas como escravas sexuais no Camboja, país que visitou no fim do ano e onde trabalhou algumas semanas como voluntário.

pete-lynagh2

Foto © Pete Lynagh

Para ele, ficar sem sexo durante um ano foi um desafio e tanto, mas que o ajudou a enxergar a vida e, principalmente os relacionamentos, de outra forma. Se ele toparia fazer isso de novo? “Eu não acho que ficaria sem sexo por um ano novamente… eu gostaria de fazer outra coisa maluca por aí. Se alguém puder pensar em algo louco ou esquisito, eu estou aberto a sugestões”, brincou.

pete-lynagh3

pete-lynagh6

Fotos © Paul Jeffers

pete-lynagh4

pete-lynagh5

Foto © Pete Lynagh

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Idosa ganha serenata da família na janela para celebrar seus 83 anos