Arte

Tatuador brasileiro usa surrealismo e formas geométricas em blackwork incrível

por: Bruna Rasmussen

A geometria vem dos longos anos que passou trabalhando com medição em peças automobilísticas, as técnicas, do pai que era professor de artes, a criatividade, da mãe artesã e as habilidades com a maquininha de tatuagem, do irmão. Há pouco mais de um ano trabalhando com tattoos, Bruno Almeida, nascido em Campinas (SP), tem chamado a atenção com trabalhos ousados que apostam na tinta preta (blackwork), no pontilhismo (dotwork) e nas linhas precisas.

Inspirado pelo irmão e também tatuador Diego Almeida, Bruno começou a colocar na pele uma arte repleta de surrealismo e referências mitológicas, fractais e espirituais. “Acredito na arte real que vem da essência, pois é um dos pilares fundamentais par a lapidação do desenvolvimento humano”, afirma. Nos desenhos, o jovem tatuador expressa uma arte refinada, que é inspirada em memórias de sonhos e também em referências de cada cliente.

O resultado são tatuagens exclusivas, marcantes, algumas das quais você vê logo abaixo:

bruno-almeida

bruno-almeida2

bruno-almeida3

bruno-almeida4

bruno-almeida5

bruno-almeida6

bruno-almeida8

bruno-almeida9

bruno-almeida10

bruno-almeida11

bruno-almeida12

bruno-almeida13

bruno-almeida14

bruno-almeida15

bruno-almeida16

bruno-almeida17

bruno-almeida18

bruno-almeida19

Todas as fotos © Bruno Almeida

Publicidade


Bruna Rasmussen
Bruna escreve para a internet desde 2008 e tem paixão por consumir informação e descobrir coisas. Adora gatos, inovação e é curitibana – fala “duas vinas”, mas dá “bom dia” no elevador.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Thalia e Pabllo Vittar juntas em NY é o que faltava para a pacificação