Inspiração

Garota de cinco anos com câncer ganha dia dos sonhos, com aniversário, baile de formatura e casamento

por: Redação Hypeness

Em setembro de 2012, Lila May Schow, de cinco anos, foi diagnosticada com o nível 4 de neuroblastoma, tipo de câncer infantil que ataca o sistema nervoso simpático, responsável pelo controle involuntário de diversos órgãos internos. Desde então, a garota de Hood River, Oregon (EUA) passou por sessões de quimioterapia, juntamente com radioterapia, cirurgias para remoção de tumores, um transplante de medula, entre outras terapias.

A família de Lila planejava iniciar um tratamento, porém os médicos disseram que o corpo da criança não aguentaria uma nova sessão de quimioterapia e que a garota possui pouco tempo de vida, provavelmente sobreviverá até o Dia de Ação de Graças, em novembro.

No início do mês, Lila ganhou um day dream (dia dos sonhos), com direito a festa de aniversário, formatura, até “casamento”, tudo feito sob uma atmosfera de contos de fadas. Além da família e amigos, pessoas desconhecidas viajaram até a cidade para participar do evento, em que Lila se fantasiou de Cinderela.

O pai da garota, Ryan Schow declarou: “Nós não teríamos chegado tão longe e sido capazes de lutar sem a ajuda que nos foi dada. Nós somos muito gratos por isso. É tudo para fazer uma garotinha sorrir”. Uma Fan Page e um grupo com atualizações sobre a garota foram criados, onde as pessoas mandam mensagens de amor e solidariedade a ela e sua família.

garota8

garota2

garota3

garota4

garota5

garota6

garota7

garota10

garota11

garota12

garota13

Todas as imagens via Facebook

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Filho de catadora que hoje estuda nos EUA graças a livros achados no lixo reforça importância de ler para as crianças