Inovação

Startup cria alimento em pó que pode acabar com a fome e o desperdício de comida no mundo

por: Redação Hypeness

A startup sueca FoPo não quer nada menos que… acabar com a fome no mundo. E parece que a fórmula do sucesso estaria em reduzir os alimentos a pó, o FoPo Food Powder.

A ideia surgiu dentro de um grupo de estudos da Universidade de Lund e sugere que a fome poderia deixar de existir se alimentos como frutas e vegetais, com validade próxima ao vencimento, passassem por uma etapa de secagem e fossem processados até virar pó, retendo até 80% dos nutrientes e prolongando a vida útil dos alimentos por até dois anos.

O FoPo Food Powder surgiu em resposta ao consumo irracional de alimentos, que quando vencidos são jogados fora. Estima-se que anualmente 1.760 milhões de toneladas de alimentos são descartados; o equivalente a 750 bilhões de dólares, em termos de perdas econômicas, de acordo com a Organização das Nações Unidas da Alimentação e Agricultura (FAO).

O projeto será introduzido primeiramente nas Filipinas e contará com o apoio do governo local e da Organização das Nações Unidas para Alimentação e da FAO. A FoPo disponibilizará pós alimentares nos sabores abacaxi, banana, framboesa e manga, que podem ser consumidos como complementos nutricionais e como ingrediente para receitas como bolos, iogurtes e sorvetes.

Uma campanha lançada pelo Kickstarter para promover e veicular o produto já alcançou mais de 25 mil dólares em doações. Segundo a startup, 26 supermercados já de comprometeram a comercializar o produto e três universidades ofereceram seus laboratórios para pesquisas.

comida1

comida2

comida3

comida44

comida5

comida7

comida9

comida10

comida8

comida6

[Via]

Todas as imagens via FoPo

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
UPS testa entregas com caminhões autônomos nos EUA