Viagem

A misteriosa cidade australiana com cerca de 3.500 habitantes que fica dentro de um buraco

por: Redação Hypeness

As viagens nos dão a chance única de conhecer novas culturas e lugares surpreendentes. Imagina que maluco seria visitar uma cidade simplesmente fica dentro de um buraco. Ela existe, fica no sul da Austrália e se chama Coober Pedy, abrigando 3.500 habitantes que vivem assim, que nem tatu, só que em túneis artificiais.

Grande parte da população é atraída ao local por conta das mineradoras de opala, pedra muito utilizada em jóias, sendo a principal fonte do minério no mundo inteiro. Antes, foi ocupada por aborígenes durante milhares de anos. A cidade nos moldes que é hoje surgiu em 1915 quando pai e filho buscavam por ouro no local, que não foi encontrado. Porém, nos anos 1960 e 1970 houve um forte desenvolvimento da mineração por conta da opala.

As altas temperaturas, que podem chegar a 50ºC, são um dos motivos que deixam os moradores debaixo do solo. Vista de cima, é possível constatar que não há edifícios na área de terra vermelha. Apesar de estar subterrânea, tem bastante infraestrutura, com hotéis, bares e residências que funcionam como qualquer outra, com exceção dos poços de ventilação, que ajudam o ar a circular no local.

Vem descobrir:

Coober Pedy21

Coober Pedy18

Fotos © Benjamin Jakabek

Coober Pedy20

Coober Pedy19

Coober Pedy17

Fotos via

Coober Pedy13

Coober Pedy2

Foto via

Coober Pedy14

Foto © smartencyclopedia

Coober Pedy15

Foto © allausas

Coober Pedy3

Coober Pedy5

Coober Pedy4

Coober Pedy6

Coober Pedy9

Coober Pedy7

Coober Pedy10

Fotos via

Opala

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Nesta pousada você pode dormir na casa de Hagrid, na ala da Grifinória ou até numa casa de Hobbit