Inspiração

Conheça a brasileira que já recebeu em casa mais de 100 pessoas de 31 países

por: Bruna Rasmussen

A curitibana Bruna Castro, 27, é o tipo de pessoa que adora uma novidade, principalmente quando isso envolve conhecer gente. Foi há cerca de 5 anos, quando ela começou a hospedar pessoas por serviços como o AirBnB e o Couchsurfing, que se deu conta que a felicidade é compartilhada.

Desde então, Bruna já hospedou mais de 100 pessoas de 31 países diferentes e teve a chance de conhecer de perto culturas de todo o mundo. Mas não é estranha a ideia de abrir a porta da sua casa para desconhecidos? “Sempre me perguntam por primeiro ‘já aconteceu algo ruim?’ Nunca alguém chegou e perguntou ‘qual foi a melhor coisa que te aconteceu?’ E te garanto que tenho 100 histórias legais para 1 mais ou menos“, afirmou.

Entre dramas e comédias, Bruna se lembra da vez em que uma senhora argentina, terapeuta de shiatsu, a ajudou a tomar uma decisão importante após a leitura do I Ching, o livro mais antigo do mundo. “Ela resolveu ‘jogar’ o I Ching para mim e me ajudou demais. Até hoje mantemos muito contato e eu a considero como uma guia da minha vida“, conta. Entre risos, ela também recorda quando um russo e um alemão, que estavam hospedados em sua casa, decidiram fazer um jejum de sete dias para desintoxicar. “Depois, começaram a suar, a ter febre e eu realmente fiquei com medo que eles morressem. Eles ficaram uns 5 dias deitados. E mesmo assim, foi legal.”

bruna-castro

Fotos © Arquivo Pessoal

Para Bruna, hospedar viajantes é ter a chance de conhecer pessoas que jamais conheceria de outra forma, além de poder estar em contato com outras culturas e aprender. “Aprendizado é a palavra, em todos os sentidos. Nem sempre o hóspede tem tudo a ver com você, mas alguma coisa vai te ensinar“, explica. O contato diário com tanta gente diferente teve impactos positivos em sua vida, da música que escuta até a rotina.

Bruna tem levado tão a sério o estilo de vida do compartilhamento, que tem como premissa a experiência e não a posse – saiba mais sobre a economia compartilhada aqui, que transformou sua nova casa, a Casa Samambaia, em um espaço colaborativo multifuncional, que serve como lar, restaurante e escritório de coworking. Os hóspedes? Eles adoram!

abra-janela2

abra-janela

abra-janela3

abra-janela4

abra-janela5

Fotos © Arquivo Pessoal

bruna-castro2

bruna-castro3

bruna-castro4

bruna-castro5

bruna-castro6

Fotos © Ricardo Perini

Numa ação ainda mais impressionante, Bruna Castro chegou a fazer cópias de sua chave de casa e colocá-las em um cartão de visitas, quando esteve em São Francisco, EUA, num evento do site AirBnb. “Ter a cópia da chave da casa de alguém é sinal de confiança, respeito e amizade, e eu queria transmitir isso para as pessoas que eu encontrasse no caminho. Além disso, era uma maneira de dizer ‘você será muito bem-vindo no Brasil’”.

Publicidade


Bruna Rasmussen
Bruna escreve para a internet desde 2008 e tem paixão por consumir informação e descobrir coisas. Adora gatos, inovação e é curitibana – fala “duas vinas”, mas dá “bom dia” no elevador.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Coronavírus: homem atua no resgate de gatos e cachorros abandonados em cidade fantasma