Inovação

Médicos fazem o que parecia impossível e restituem cabeça de bebê que sofreu decapitação interna em acidente

Redação Hypeness - 08/10/2015 às 07:32 | Atualizada em 08/10/2015 às 09:39

O australiano Jackson Taylor, de um ano e quatro meses, sofreu uma luxação atlanto occipital e teve duas vértebras do pescoço fraturadas, trauma conhecido como decapitação interna, após um acidente de carro, onde estava com sua mãe e irmã.

A força da colisão entre os dois carros fez que o bebê tivesse a cabeça separada de seu corpo, da coluna, ficando presa somente através da pele. É comum que, em casos como este, se percam os movimentos. Mas a medula espinhal de Jackson ficou intacta.

Após uma cirurgia milagrosa de seis horas, a equipe médica conseguiu recuperar a sustentação do crânio usando um pedaço de uma costela do bebê e um fio para religar as vértebras que se soltaram. Segundo o cirurgião que liderou a operação, Geoff Askin, “muitas crianças nem sobreviveriam à lesão, em primeiro lugar, e se os médicos fizessem com que fossem ressuscitadas, elas provavelmente não poderiam se mover ou respirar novamente”.

bebe2

Para que a recuperação do processo tenha êxito, o bebê teve sua cabeça imobilizada por uma órtese em formato de gaiola, impedindo-o de movimentar o pescoço. Apesar da recuperação durar pelo menos dois meses, Jackon já está se alimentando normalmente e andando por aí.

E é a mais recente prova viva de como a medicina e a inovação transformam o mundo.

bebe4

bebe3

bebe6

bebe5

Todas as imagens © 7 News Melbourne

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Canais Especiais Hypeness