Viagem

Estudante cria app colaborativo que marca no mapa assédios que acontecem pelas ruas do Brasil

por: Bruna Rasmussen

Nas capas de revistas nas bancas, fala-se em “Primavera das Mulheres”, relacionando a guinada do empoderamento feminino à revolução Árabe, que ocorreu em 2010 frente aos governos repressores. A igualdade de gênero já é pauta de conversa de elevador e até questão do Enem. As mulheres estão usando sua voz e, agora, ferramentas querem facilitar o diálogo e também a denúncia. É o caso do “SaiPraLá”, um app que busca mapear os assédios pelas ruas do Brasil.

Criado pela estudante Catharina Doria, 17, com a ajuda de dois amigos designers, o aplicativo permite que mulheres marquem onde e como foram assediadas – tudo no mais completo anonimato. Em 5 dias de funcionamento, o app recebeu nada menos que 373 denúncias de assédio físico e 2480 de assédio verbal em diversas cidades do país. “O intuito do aplicativo é mapear o assédio e atuar na prevenção, pressionando os órgãos responsáveis pela nossa segurança e mostrar para as mulheres quais são os locais onde mais ocorrem assédios“, lê-se na página do app.

saiprala-app

Mais do que fazer com que mulheres evitem determinadas áreas, o app busca a união e soluções reais para a questão, que devem ser debatidas junto a órgãos de segurança. Ao expor em números essa preocupante realidade, é ainda mais óbvia a necessidade de mudança e de empoderamento.

O app, disponível gratuitamente para iOS e Android, já foi baixado milhares de vezes. A grande procura fez com que Catharina criasse uma campanha de crowdfunding para conseguir melhorar a infraestrutura do aplicativo a fim de mantê-lo funcionando mesmo em picos de uso – saiba mais aqui.

SaiPraLa

saiprala-app2

saiprala-app4

saiprala-app5

Todas as imagens © SaiPraLá

Publicidade


Bruna Rasmussen
Bruna escreve para a internet desde 2008 e tem paixão por consumir informação e descobrir coisas. Adora gatos, inovação e é curitibana – fala “duas vinas”, mas dá “bom dia” no elevador.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Por que Cannes é um dos principais polos criativos do mundo