Viagem

Como esta muçulmana transformou comentários de ódio em ajuda para crianças via UNICEF

por: Redação Hypeness

A australiana, doutora em sociologia, Susan Carland, 34, se converteu ao islamismo quando tinha 19 anos. O que para ela era apenas uma nova forma de viver e acreditar, aos poucos também se transformou em uma maneira de enfrentar o ódio gratuito. Em suas redes sociais, ela recebe dezenas de mensagens de ódio diariamente. Mas conseguiu, de forma criativa, tornar os haters em algo positivo.

Eu tentei bloquear, calar, responder e ignorar, mas nada disso parecia refletir o ensinamento do Alcorão de fugir da escuridão com luz. Eu senti que deveria gerar algo bom para o mundo a partir de cada bala horrorosa que vinha em minha direção“, explicou Susan, que decidiu doar US$ 1 para a UNICEF a cada tweet de ódio que recebesse.

A UNICEF ajuda crianças que estão em situação de vulnerabilidade em todo o mundo, como guerras, fome, violência e opressão. Com isso ela não só diminuiu as mensagens de ódio que recebia como inspirou outras pessoas a fazerem doações semelhantes. Mais de US$ 1.000 já foram doados.

susan-carland3

Imagem © Reprodução/Twitter

susan-carland

Foto © Don Arnold

susan-carland2

Foto © Simon O’Dwyer

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Herculano: a vizinha de Pompeia que sobreviveu ao vulcão Vesúvio