Sustentabilidade

Como este homem transformou seu quintal de 60 m² em uma fazenda urbana

por: Redação Hypeness

Mais do que nunca, a consciência de que os alimentos que consumimos vêm cobertos por veneno tem estado presente na sociedade. Sabe-se que o uso de agrotóxicos traz prejuízos à saúde, mas por ora, o prejuízo à conta bancária, causado pelos preços nem sempre amigáveis dos vegetais e frutas orgânicos, tem sido priorizado.

Há diversas possibilidades para baratear o custo de alimentos saudáveis e orgânicos e uma delas é praticamente óbvia: produza você mesmo. Afinal, não é preciso dispor de grandes espaços para conseguir plantar vegetais, frutas e temperos – para este último, basta uma sacada ou uma janela. Quem prova isso é o australiano Angelo Eliades, que há quatro anos decidiu usar o espaço de 60 m² de seu jardim para criar uma horta e um pomar.

Após estudar sobre o assunto e entender os tipos de solo e como diferentes plantas interagem em um mesmo ambiente, ele começou a cultivá-las e o sucesso foi questão de tempo. Anualmente, Eliades produz cerca de 70 kg de vegetais e 160 kg de frutas. São maçãs, feijões, batatas, alfaces, limões e diversos outros alimentos que traz do quintal para a mesa, tornando suas refeições muito mais saudáveis e prazerosas.

permacultura-australiano

Além de dispensar o uso de qualquer tipo de agrotóxico, Eliades utiliza os resíduos orgânicos como adubo e coleta a água da chuva para irrigar as plantas.

permacultura-australiano2

permacultura-australiano3

permacultura-australiano4

permacultura-australiano5

Todas as fotos © Deep Green Permaculture

[Via CicloVivo]

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Extinction Rebellion: os ativistas ‘sangue nozóio’ dispostos a parar a Europa para combater mudanças climáticas