Design

Como ex-colhedoras de café em Minas Gerais estão ajudando a criar incríveis obras de arte

por: Bruna Rasmussen

O que um grupo composto por 150 mulheres, em sua maioria ex-colhedoras de café, tem a contribuir com a arte? Longe das elites intelectuais e artísticas, no sul de Minas Gerais, essas mulheres tiveram a chance de aprender e transformar, criando obras em coautoria com a artista plástica brasileira Elisa Lobo.

Durante 35 anos, Elisa dedicou-se à arte da moda, criando para suas próprias lojas e também para marcas como a Cavalera. Foi de forma despretensiosa que ela decidiu se afastar um pouco da criação de moda e usar a linha e a agulha para mudar vidas. O projeto intitulado 1 + 1 existe desde 2002 e capacitou mulheres para trabalharem com peças artísticas.

No início, a produção era focada em almofadas e painéis bordados, mas logo se estendeu para instalações como as do projeto “A Água é Viva”, que conta com 50 esculturas incríveis de águas-vivas feitas em seda pura e bordadas à mão. Segundo Elisa, o tempo é a grande doação feita ao trabalho, já que uma única almofada pode demorar até 40 dias para ficar pronta, enquanto que os painéis demoram de 3 a 11 meses.

elisa-lobo

Se desde pequena Elisa teve contato com as obras de grandes mestres, hoje ela usa seu conhecimento e talento para manter com eles um diálogo. Os painéis são releituras de obras como a “Mona Lisa“, de da Vinci, e “A Moça com Brinco de Pérolas“, de Vermeer. O trabalho de Elisa Lobo é a prova de que a arte pode ser estética e social, transformando mentes e vidas.

Veja só:

elisa-lobo2

elisa-lobo3

elisa-lobo4

elisa-lobo6

elisa-lobo7

elisa-lobo8

elisa-lobo9

elisa-lobo10

elisa-lobo11

elisa-lobo12

elisa-lobo13

elisa-lobo14

elisa-lobo15

elisa-lobo16

elisa-lobo17

elisa-lobo18

elisa-lobo19

elisa-lobo20

Todas as fotos © Elisa Lobo

Publicidade


Bruna Rasmussen
Bruna escreve para a internet desde 2008 e tem paixão por consumir informação e descobrir coisas. Adora gatos, inovação e é curitibana – fala “duas vinas”, mas dá “bom dia” no elevador.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
NY Times recria Manhattan antes da ocupação humana em imagens