Viagem

Grupo de pessoas se une para espalhar secretamente árvores de fruto pelas cidades

por: Bruna Rasmussen

Você já parou para pensar o porquê de quase não haver árvores frutíferas nas cidades? Urbanistas e governantes afirmariam ser uma forma de evitar a sujeira das frutas caídas e não atrair tantos animais. Mas por outro lado não seria incrível poder colher frutas em sua própria rua?

Em São Francisco, nos EUA, uma nova forma de intervenção urbana tem chamado a atenção: um grupo que se intitula Guerrilla Grafters está fazendo usando partes de árvores frutíferas como enxertos em plantas ornamentais. A técnica consiste em fazer uma incisão na planta e amarrar a ela um galho vivo da laranjeira, maciera ou seja qual for a árvore frutífera. Assim, as árvores podem começar a dar frutos, mudando de vez o cenário urbano e, provavelmente, tirando o sono das autoridades.

Estima-se que por lá existam mais de 10 mil árvores frutíferas plantadas pela prefeitura. O detalhe é que elas são intencionalmente estéreis, ou seja, não dão frutos. O grupo tem se aproveitado disso para criar os enxertos e torná-los difíceis de serem detectados.

A flowering apple tree in Oakland, Calif. with two successful grafts from an apple tree which bears fruit.

De olho na escassez de alimentos e nos preços das frutas e verduras praticados por mercados e frutarias da região, o Guerrilla Grafters deixa seu recado: “Com o tempo, deliciosas e nutritivas frutas tornam-se disponíveis aos cidadãos por meio desses enxertos. Nós queremos provar que uma cultura de cuidado pode ser cultivada no solo. Nós queremos transformar as ruas da cidade em florestas de frutas, e desfazer a civilização galho por galho.

Guerrilla Grafter Tara Hui

guerilla-grafter9

guerilla-grafter8

guerilla-grafter7

guerilla-grafter5

guerilla-grafter4

guerilla-grafter3

guerilla-grafter

guerilla-grafter2

Todas as fotos © Guerilla Grafters

Publicidade


Bruna Rasmussen
Bruna escreve para a internet desde 2008 e tem paixão por consumir informação e descobrir coisas. Adora gatos, inovação e é curitibana – fala “duas vinas”, mas dá “bom dia” no elevador.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Por que Cannes é um dos principais polos criativos do mundo