Inspiração

O que o mundo pode aprender com o diálogo desta menina autista com sua mãe

por: Redação Hypeness

Imagine que uma amiga sua tenha um filho e o garoto tenha sido diagnosticado como autista. É bem provável que a sua reação, como a de qualquer outra pessoa, seja confortar a mãe frente à complicada descoberta. Mas por que complicada? Por que o autismo é tratado com tanto estigma? Essa foi a pergunta que uma menina autista de apenas 7 anos fez à própria mãe.

Conforme relata a página I am Cadence, as duas mantiveram o diálogo em uma folha de papel e a conversa é de amolecer o coração e abrir a consciência: ter autismo não é ruim, é apenas diferente. Por isso, quando a garota perguntou se “ter autismo me torna mau?”, a mãe prontamente perguntou o porquê de ela pensar isso. A resposta mostrou apenas o óbvio: “Os adultos sempre dizem que é difícil ser mãe ou pai se seu filho tem autismo e dizem na TV que seu autismo pode machucar as pessoas. E que crianças autistas precisam ser colocadas separadamente para manter os outros a salvo.”

A menina afirmou ter consciência de que sua mãe não pensa dessa forma, mas que os outros sim. “Eu nasci com autismo, mas não nasci má“, disse ela. A intenção da mãe ao compartilhar esta emocionante história é nos fazer refletir sobre todo o estigma que o autismo carrega.

Será mesmo que ter um filho autista é tão ruim assim? Essa mãe garante que não.

cadence-autismo2

cadence-autismo

Todas as fotos © I am Cadence

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Trabalhador encontra carta secreta de 1941 escondida em teto de igreja