Design

Artista retrata seu passado na prisão com esculturas delicadas feitas de cascas de ovo

Gabriela Alberti - 21/12/2015

Passar uma vida dentro de uma prisão pode ser uma experiência brutal, depressiva e traumática. Mas o americano Gil Batle escolheu um tela bem delicada para representar suas histórias atrás das grades: ovos de avestruz.

Após duas décadas entrando e saindo de prisões da Califórnia, EUA, condenado por diferentes crimes, como fraude bancária e falsificação de documentos, Gil Batle atualmente vive em uma tranquila ilha nas Filipinas onde descobriu um novo talento, dessa vez sem infringir quaisquer leis. Com o uso de brocas, facas e bisturis, Batle começou a retratar seu passado na cadeia através da escultura.

Gil Batle, “San Quentin” (2015)

O talento para a ilustração já existia antes. Atrás das grades Batle usava sua técnica para criar retratos, que trocava por comida ou cigarros, e tatuagens que gravava na pele dos outros detentos. Os ovos, em contramão, foi uma coincidência. Após sair da prisão ele foi presenteado com um exemplar por um amigo. Foi aí que o artista encontrou o diferencial da sua obra.

Gil Batle, “Naked II” (2015)

Os temas das esculturas são variados. Vão de cenas cotidianas, como os cuidados no jardim ou a rotina solitária dos detentos, a representações de violentas cenas, como rebeliões, agressões e as invasivas revistas realizadas pelos guardas nas cavidades do corpo dos presos. Homens com cabeças de animais também são representações recorrentes no trabalho de Batle, em uma clara metáfora à selvageria encontrada no sistema prisional americano.

Gil Batle, “51:50 Dreams” (2015)

Gil Batle, “Cicada Nymphs” (2014)

Gil Batle, “Jamestown” (2015)

Gil Batle, “Jargon” (2014)

Sua exposição Chocado na Prisão: A Arte de Gil Batle atualmente está em exposição na Galeria Ricco Maresca, em Nova Iorque. Lá os visitantes podem conhecer os 19 ovos criados pelo artista até o momento, com direito a uma lupa para não perder nenhum detalhe.

Gil Batle, “Riot II - The Briefings” (2015)

Gil Batle, “Tattoo” (2015)

Ricco Maresca Gallery

Ricco Maresca Gallery

Todas as fotos: Divulgação

Publicidade


Gabriela Alberti
Aquariana, curitibana, canhota e (só um pouco) teimosa. Curiosa desde o berço, tô sempre em busca de novidades, da senha do wi-fi, de novas séries para virar o fim de semana e de passagens promocionais para, quem sabe um dia, dar a volta ao mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.