Estilo

“Alisa não, mãe!”: projeto fotográfico desafia meninas a amarem seus cachos

Redação Hypeness - 07/12/2015 | Atualizada em - 10/06/2016

Você sabia que apenas 4 em cada 10 meninas de cabelo cacheado acham seus cachos bonitos? E elas são 7 vezes mais propensas a gostar do seu cabelo se as pessoas ao redor também gostarem. A partir dessas constatações, a fotógrafa Carolina Castro percebeu que poderia contribuir para a autoestima de meninas com cabelo afro, muitas das quais sofrem preconceito na escola por sua aparência.

Assim surgiu o projeto “Alisa não, mãe!“, em que a fotógrafa registra meninas exibindo orgulhosamente seus cachos. Além das fotografias, Carolina reúne também relatos das famílias sobre o preconceito com a textura dos cabelos das meninas e situações vividas por elas. “Minha professora se incomodava em ver eu e uma amiga que tem o mesmo ‘estilo’ de cabelo que o meu, e fazia críticas em tom de ironia: -Amarra esse cabelo pra gente continuar nossa aula!“, conta uma das fotografadas.

cacho1

Carolina é mãe de duas meninas e diz que os ensaios são também uma maneira de dialogar com mães e trocar experiências na luta contra o preconceito. “Apesar de não ser negra, sou bisneta, neta e filha de negra. Sempre tive muita admiração e respeito. Eu sabia que era um risco que eu corria de parecer hipócrita, por ter pele clara, mas a causa me movia“, contou ao site M de Mulher.

Os ensaios começaram com meninas de 9 meses a 16 anos, além de algumas mães que toparam ser fotografadas. Até agora, dois deles já foram realizados, mas outros devem surgir em breve.

Confere só:

cacho2

cacho3

cacho4

cacho5

cacho6

cacho7

cacho8

AlisaNao1

cacho9

cacho10

cachos11

cachos12

cachos13

cachos14

cachos15

AlisaNao2

Todas as fotos © Carolina Castro

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.