Design

Smartphone modular permite que você repare seu aparelho e faça-o durar mais tempo

por: Redação Hypeness

Os smartphones tem evoluído cada vez com mais rapidez o que faz com que muita gente troque de aparelho com uma frequência também crescente. Mas as críticas à cadeia produtiva desses pequenos ‘sonhos de consumo’ são muitas e abrangem desde o impacto negativo no meio ambiente ao desrespeito a direitos trabalhistas e humanos.

Na contramão dessa tendência, a empresa holandesa Fairphone desenvolveu um smartphone verdadeiramente modular, que pode ser uma alternativa para quem procura um aparelho que esteja sempre funcionando bem, mas de acordo com uma lógica menos predatória.

Ao invés de comprar um modelo novo a cada ano, quem tem o Fairphone 2 é incentivado a conhecer seu telefone, entender como ele funciona para então poder repará-lo, atualizá-lo e mantê-lo pelo maior período de tempo possível.

fairphone

A empresa explica que a maior parte do impacto ambiental dos smartphones acontece durante a fase de produção, por isso, usá-lo pelo dobro de tempo, por exemplo, pode reduzir a pegada ambiental do dispositivo pela metade.

fairphone_screen

Para tornar isso tudo possível, o aparelho foi elaborado para poder ser aberto em poucos segundos, graças a um sistema de clipes. Dentro do smartphone, os componentes são claramente identificados e demandam alguns poucos parafusos para serem substituídos.

fairphone_zen

As peças para reparo estão disponíveis para compra no site da Fairphone e saem bem mais em conta do que os componentes equivalentes dos celulares convencionais. No futuro, será possível ainda adquirir peças atualizadas com melhor desempenho para evitar que os dispositivos fiquem obsoletos.

Todas as fotos: Divulgação

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.


X
Próxima notícia Hypeness:
Uma ilusão de ótica faz com que você veja essas figuras paradas em movimento