Seleção Hypeness

Seleção Hypeness: 10 pessoas que fizeram a diferença e nos inspiraram em 2015

por: Brunella Nunes

Publicidade Anuncie

O ano está pra terminar e as retrospectivas começam a vir à tona. Foi um ano difícil, cheio de conflitos e desastres que nos chocaram tanto, mas nem tudo está perdido. Também teve um monte de gente que fez a diferença em 2015 para tornar o nosso mundo um pouco melhor, nos inspirando a ter ideias que agreguem ao valor coletivo e ao bem-estar do planeta.

Entre pequenas e grandes atitudes se constrói um futuro melhor. As pessoas da Seleção Hypeness de hoje colaboraram, de alguma forma, com as demais em seus entornos, o que acaba por impactar a humanidade inteira. Por isso, não podemos deixar de ressaltar o quanto é importante dar o primeiro passo, mesmo que seja curto ou em ritmo de tartaruga.

Não importa se sua ideia é simples, como plantar árvores no seu bairro ou participar de mutirões que ajudem uma comunidade. A inspiração é a porta para a mudança, aquela que a gente tanto almeja e, muitas vezes, pouco faz para que ela de fato aconteça. Aproveite o ano que está por vir para tomar atitudes, colocar suas ideias em prática ou fazer parte de um grupo que já esteja arregaçando as mangas para o futuro ser melhor. Se cada um fizer sua parte, como estas pessoas fizeram, tudo pode ser diferente.

1. Malala Yousafzai

Com apenas 18 anos de idade, a ativista paquistanesa fez de sua vida uma luta, a começar por sobreviver após levar um tiro na cabeça ao voltar da escola, em 2012. Após ser alvo de extremistas do Taleban, que queriam proibir meninas de ir a escola no Vale do Swat, a jovem luta pela educação e neste ano comemorou seu aniversário abrindo uma escola para meninas sírias refugiadas no Líbano.

Malala

2. Magnus MacFarlane-Barrow

Depois de juntar alimentos para os afetados pela guerra na Bósnia, em 1992, Magnus fundou uma entidade e 10 anos depois criou a Mary’s Meals, focado em amenizar a fome. O projeto atualmente garante ao menos uma refeição escolar por dia a mais de 1 milhão de crianças em 1.300 escolas de 12 países.

Magnus MacFarlane-Barrow

3. Amina Sboui

Em 2013, uma foto seminua que a tunisiana Amina Sboui postou no Facebook teve grande repercussão e polêmica. Depois de se esconder, protestar, ser alvo de manifestações – que incluíam seu apedrejamento até a morte -, sofrer ameaças de morte e ser presa, voltou ao seu país para lançar uma revista feminista. A publicação Farida vai circular na Tunísia a partir de 2016 e abordará assuntos do universo feminino, incluindo temas como aborto, refugiados e secularismo. E na primeira capa: uma modelo seminua.

AminaSboui

4. Marcio Andrade Batista

Dando aulas de ciência e sustentabilidade, o professor Marcio Andrade Batista desenvolveu um programa de iniciação científica em escolas rurais do Mato Grosso, que tinham dificuldade de obter os materiais necessários. Notando que o baru, um tipo de castanha, poderia ser transformado em outros produtos, criou uma metodologia na qual colocava os estudantes em contato com o ingrediente para que criassem novos recursos e gerassem renda. Atualmente é finalista do prêmio Global Teacher Prize, que premiará o melhor professor do mundo.

Marcio Andrade Batista

5. Priscila Kosaka

A cientista brasiliense Priscila Kosaka está há seis anos no Instituto de Microelectrónica de Madrid. Em busca de melhorar a qualidade de vida das pessoas, passou todos esses anos em busca do atual êxito: ela desenvolveu uma técnica para detectar o câncer sem a necessidade de biópsias. E mais, por meio de um nanosensor 10 milhões de vezes mais sensível que os métodos tradicionais de exame, consegue identificar a doença antes mesmo do surgimento de sintomas.

Saiba mais sobre ela aqui.

priscila-kosaka

6. Nilton Broseghini 

Há 30 anos, o ecologista Nilton Broseghini planta árvores em Santa Teresa, no Espírito Santo, e chegou a marca de 500 mil mudas plantadas. Muitas delas já cresceram e hoje fornecem sombra na cidade, além de ocupar áreas antes degradadas. Ele também promove palestras e oficinas de plantio em escolas, propagando a consciência ambiental.

Saiba mais sobre ele aqui.

7. Alexandra Loras 

Lidando com todo tipo de comentário preconceituoso, a consulesa da França em São Paulo decidiu incentivar os negros a reconhecerem sua própria identidade e a resgatar sua autoestima. Indo além, Alexandra Loras cumpre um papel importante em divulgar personagens afro-descendentes de destaque na história da humanidade, amplia o discurso sobre raça no Brasil e, ao participar do TEDxSaoPaulo, ganhou ainda mais força ao falar sobre a “síndrome do impostor”.

Saiba mais sobre ela aqui.

alexandra loras4

8. Papa Francisco

Independente da fé de cada um, temos que reconhecer as atitudes sensatas que o Papa Francisco andou tendo em 2015. Depois de rodar o mundo pedindo por compaixão e conciliação, se destacou por sua postura livre de julgamentos e suas críticas que incluem até mesmo o conservadorismo católico. Em países africanos assolados pela miséria e terrorismo, por exemplo, procurou restaurar o diálogo entre cristãos e muçulmanos; já no EUA, criticou a pena de morte, pediu pelo fim da venda de armas e cobrou medidas para a redução do aquecimento global.

Pope Francis gives his thumb up as he leaves at the end of his weekly general audience in St. Peter's square at the Vatican, Wednesday, Sept. 4, 2013. (AP Photo/Riccardo De Luca)

9. Angela Merkel

Eleita Personalidade do Ano pela revista Time, a chanceler da Alemanha, Angela Merkel foi escolhida pela revista por diversos motivos. A editora Nancy Gibbs cita alguns: “Por pedir mais de seu país que a maioria dos políticos ousariam, por se manter firme contra a tirania e por proporcionar liderança moral num mundo em que isso está em falta”. Angela se destacou também por saber lidar com a crise de refugiados, a luta contra o terrorismo e a intervenção russa na Ucrânia.

Angela Merkel

10. Paige Chenault

A produtora de eventos norte americana Paige Chenault já preparou muitas festas em sua vida, mas só depois de ser mãe se deu conta do quanto as festas de aniversário são importantes na vida de uma criança. Pensando em propagar essa alegria coletiva, criou o The Birthday Party Project, projeto que só em 2015 já bancou 180 festas completas para crianças em vulnerabilidade social. Haja parabéns!

Conheça mais aqui.

Todas as fotos: Reprodução

E aí, quem mais te inspirou nesse ano que agora se aproxima do fim? Conta pra gente nos comentários!

faixa-selecao-hypeness

Publicidade Anuncie


Brunella Nunes
Jornalista por completo e absoluto amor a causa, Brunella vive em São Paulo, essa cidade louca que é palco de boa parte de suas histórias. Tem paixão e formação em artes, além de se interessar por ciência, tecnologia, sustentabilidade e outras cositas más. Escreve sobre inovação, cultura, viagem, comportamento e o que mais der na telha.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
Vovô aprende usar Instagram com neto e empresa de café dele começa a bombar