Inspiração

Na Finlândia, startup ajuda refugiados a começarem seus próprios negócios

por: Redação Hypeness

A crise dos refugiados traz cada vez mais sírios, turcos, libaneses e outras nacionalidades à Europa. Muitos são talentosos, mas ao mesmo tempo, praticamente todos se encontram em péssimas condições, uma vez que suas habilidades são desperdiçadas. Para acabar com isso uma startup foi criada na Finlândia.

Criada por personalidades da TV finlandesa como Riku Rantala e Tunna Milonoff, a Startup Refugees vem ganhando força com o apoio de pessoas e empresas. O objetivo é alimentar uma plataforma para ajudar a inserir os refugiados no mercado de trabalho a partir do empreendedorismo e da troca de inspirações e ideias.

startup-refugiados3

Riku e Tunna

“Bem-vindos! Nós não temos trabalhos. Vamos cria-los juntos!”, diz a placa colocada na recepção da sede, na Finlândia. “A rede quer aproveitar o capital humano dos refugiados, combiná-lo com o empreendedorismo finlandês e manter a economia do país aquecida com novas inovações”, diz Camila Nurmi, coordenadora do projeto ao Fast Coexist.

Este ano o projeto ganha seu pontapé inicial com a ajuda de financiamento de parceiros e investidores anjo (ou seja, pessoa física que investe o próprio dinheiro).

startup-refugiados1

startup-refugiados2

Conheça também histórias de sucesso como a do refugiado sírio que vendia canetas nas ruas e hoje é dono de 3 negócios. Emocionante!

Fotos: divulgação

Publicidade


Redação Hypeness
Acreditamos no poder da INSPIRAÇÃO. Uma boa fotografia, uma grande história, uma mega iniciativa ou mesmo uma pequena invenção. Todas elas podem transformar o seu jeito de enxergar o mundo.

Branded Channel Hypeness

Marcas que apoiam e acreditam na nossa produção de conteúdo exclusivo.



X
Próxima notícia Hypeness:
O Pasquim: jornal de humor que desafiou a ditadura ganha exposição em SP ao completar 50 anos